Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém Escada Página 2

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Sonhei que ia para praia mas em

Sonhei que ia para praia mas em cima da hora mudei de ideia e fui para cachoeira com a minha filha, os meus sogros e ex marido. Chegando lá tinha um portão de madeira bem grande e antigo tipo com matos secos em volta dele então abrimos o portão e entramos e começamos a subir as escadas para chegar na cachoeira quando chegamos lá em cima tinha uns Arcos de madeira lindos e passamos por eles e por fim chegamos na cachoeira e estamos tomando banho e do nada apareceu um senhor todo de branquinho e de bengala falando que a gente não podia estar ali pois tinha muitas cobras então logo saímos quando a gente tava saindo da cachoeira passa um pelos Arcos e olhamos para cima e virmos muitas cobras coloridas e com cores lindas minha filha falou assim olha mamãe que lindas olha essa cobra é rosa essa cobra é azul olha essa que linda tipo maravilhada com as cobras cobras eu fiquei encantada pois era muito lindas e chamou muito a minha atenção e por fim quando sair no portão de madeira eu acordei

Eu estava em uma casa de candomblé

Eu estava em uma casa de candomblé num culto de egun( espíritos mortos) e nesse sonho tinha vários orixas no barracão; yemanja, ogum, oxossi, oya e incluindo uma padilha que se apresentava-se como maria mulambo enfim ela padilha me via e me suspendia como ekedi e cantava uma música de suspensão de uma ekedi depois mais antes quando ela me pegava no braço na minha cabeça vinha o nome sete saia mais aí ela começava a cantar uma música com o nome Maria mulambo e depois acontecia tudo o que eu falei antes depois eu via um baba subindo a escada desse barracão aí eu pegava e me escondia num banheiro e nesse banheiro estava uma orixa yemanja, ela fechava a porta mais depois saia dali depois eu lembro que eu também saí aí tinha três orixas dançando nessa festa que era oxossi ,ogum,oya e mais um egun. Depois eu cansava estava com medo de esta ali aí eu saia mais quando eu pensava em sair um orixa gritava; na festa de egun não pode sair aí eu mesmo saia aí quando eu chegava na porta vinha dois bandidos e eu ia pra um fundo e pulava um mato mais acabava voltando pro mesmo lugar e quando eu voltava os dois bandidos estavam querendo uma madeira.

Eu estava em um lugar desconhecido, havia

Eu estava em um lugar desconhecido, havia uma rampa e uma escada no meio desse lugar, era muito bonito, entre a rampa e a escada havia um grande buraco, quando eu olhei para o topo da escada uma amiga minha estava subindo com um cachorro na coleira, eu subi pra falar com ela, quando passei por ela disse "oi" mas só me virei pra falar com ela quando estava no topo da escada, assim que me virei o cachorro começou a latir e saiu correndo em direção ao buraco e arrastou ela junto, pela distância eu conseguiria ajudar ela, mas fiquei paralisada e deixei ela cair, só ouvi os gritos dela, quando eu ia me aproximar do buraco tudo ficou preto e meu ouvido começou a doer começaram a sussurrar algo que eu não entendia e nesse momento eu percebi que não era real e ficava repetindo na minha cabeça "pensa na Gabriele" acordei com alguém encostando em mim e quando me virei não tinha ninguém lá e com meus ouvidos doendo assim como no sonho

Eu amo criança e estava segurando o

Eu amo criança e estava segurando o bebê de alguém, era um bebê muito gordo e pesado, sempre escorregava, era difícil segurar, mas eu amava. Eu fui a um teatro e lá dentro tinha muitas crianças de uma escola, eu perdi meus sapatos e fiquei procurando, desci uma escada e vô um homem me olhando, tocava uma música e eu desci lindamente pela escada porque eu sabia que aquele homem estava me olhando.

Sonhei que ajudava sweeney todd, do filme

Sonhei que ajudava sweeney todd, do filme o barbeiro demoníaco da rua fleet a matar pessoas, quando estávamos subindo uma escada eu perguntei o que mas eu poderia fazer por ele e ele disse que eu poderia me amar e me deu uma navalhada nas costas

Sonhei que estava em uma mansão me

Sonhei que estava em uma mansão me arrumando para uma festa em seguida me vejo descendo as escadas e vejo um famoso vindo na minha direção e nos abraçamos no meio da escada com um sentimento muito forte de carinho em seguida estamos correndo de mãos dadas com ele em uma floresta sorrindo um para o outro e passando por vários gravetos e galhos sem nos importar

Sonhei que estava no culto depois numa

Sonhei que estava no culto depois numa casa com uma escada e chovia depois passo depois com um monte de criança e eu levitando nu ar depois que uma pessoa tinha morrido é depois com um ônibus chegou de gente vindo da lapa

Sonho com muita frequência com um prédio

Sonho com muita frequência com um prédio mal assombrado com muitas escadas, e quanto mais você desce, mais coisas horríveis acontecem, e se pega o elevador pra descer, parece que vai cair

Estava em uma ponte com alguém desconhecido,

Estava em uma ponte com alguém desconhecido, de repente a ponte começava a balançar e eu caia. Essa pessoa me dizia: tem uma escada do outro lado, pode usar ela pra subir. Eu passava por baixo da ponte e avistava dois homens: um encostado em uma bicicleta e o outro do lado conversando com o primeiro. Depois avistada um adolescente loiro em pé, u passava por eles e ia subir as escadas, mas via um padre ou monge tentando subir só que ele subia devagar pois subia sentado. Eu o perguntava o motivo de subir assim e ele me dizia q o pé estava machucado. Havia uma ferida em seu pé.  Eu dizia a ele: vou ficar aqui na sua frente pra o senhor não cair. Assim ele subiu as escadas e chegamos na parte de cima. Lá me deparo com uma amiga, conhecida, que estava indo ao mercado comprar umas coisas. Chegando no mercado, ela compra tudo mas diz ao vendedor: eu mesma vou montar meu mercadinho. Nunca tem meu desodorante aqui.  Nos saíamos de lá e daí eu ia pra um curso voltado pra are psicológica. Terminando a aula eu e outras três garotas íamos pro elevador pra ir pra casa, uma saia correndo pra pegar o elevador já parado lá e descia  eu e as outras ficávamos esperando o próximo elevador. chegando um segundo elevador, a outra menina subia mas o perdia pq ia me dirigindo ao banheiro. Ficava com pena por perder mas queria muito fazer xixi.  Entrava no banheiro e ele estava imundo, cheio de sujeira, o vaso encrostrado de cocô, cheio de xixi no chão, as paredes muitos sujas, cheios do que me parecia ser lodo. Me dirigia ao vaso mesmo com nojo mas não sentava. Senti umas sujeirinhas pintarem em mim e quando olhei eram larvas como as de tapuru só que pequenas. Eu tentava me livrar delas, batia minhas roupas desesperadamente e saia de perto do vaso, ia pegar papel higiênico mas até no papel higiênico tinha larvas. Eu ficava com muito nojo, saia do banheiro, mas antes de sair vinham três garotas que falavam comigo dizendo: eu queria tomar banho, a outra dizia: eu queria só trocar de roupa e ela estava aparentemente grávida.  Eu apenas alertava: tudo bem, mas o banheiro está muito sujo, cheio de cocô Cuidado. Daí eu acordei 

Estava em uma ponte com alguém desconhecido,

Estava em uma ponte com alguém desconhecido, de repente a ponte começava a balançar e eu caia. Essa pessoa me dizia: tem uma escada do outro lado, pode usar ela pra subir. Eu passava por baixo da ponte e avistava dois homens: um encostado em uma bicicleta e o outro do lado conversando com o primeiro. Depois avistada um adolescente loiro em pé, u passava por eles e ia subir as escadas, mas via um padre ou monge tentando subir só que ele subia devagar pois subia sentado. Eu o perguntava o motivo de subir assim e ele me dizia q o pé estava machucado. Havia uma ferida em seu pé.  Eu dizia a ele: vou ficar aqui na sua frente pra o senhor não cair. Assim ele subiu as escadas e chegamos na parte de cima. Lá me deparo com uma amiga, conhecida, que estava indo ao mercado comprar umas coisas. Chegando no mercado, ela compra tudo mas diz ao vendedor: eu mesma vou montar meu mercadinho. Nunca tem meu desodorante aqui.  Nos saíamos de lá e daí eu ia pra um curso voltado pra are psicológica. Terminando a aula eu e outras três garotas íamos pro elevador pra ir pra casa, uma saia correndo pra pegar o elevador já parado lá e descia  eu e as outras ficávamos esperando o próximo elevador. chegando um segundo elevador, a outra menina subia mas o perdia pq ia me dirigindo ao banheiro. Ficava com pena por perder mas queria muito fazer xixi.  Entrava no banheiro e ele estava imundo, cheio de sujeira, o vaso encrostrado de cocô, cheio de xixi no chão, as paredes muitos sujas, cheios do que me parecia ser lodo. Me dirigia ao vaso mesmo com nojo mas não sentava. Senti umas sujeirinhas pintarem em mim e quando olhei eram larvas como as de tapuru só que pequenas. Eu tentava me livrar delas, batia minhas roupas desesperadamente e saia de perto do vaso, ia pegar papel higiênico mas até no papel higiênico tinha larvas. Eu ficava com muito nojo, saia do banheiro, mas antes de sair vinham três garotas que falavam comigo dizendo: eu queria tomar banho, a outra dizia: eu queria só trocar de roupa e ela estava aparentemente grávida.  Eu apenas alertava: tudo bem, mas o banheiro está muito sujo, cheio de bosta. Cuidado. Daí eu acordei