Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém como se fosse Página 3

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Fugir

Fugir

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Sonhei que tinha levado como se fosse

Sonhei que tinha levado como se fosse uma picada de inseto na coxa é coça a muito mais foi aumentando e apareceu um buraquinho no meio e quando eu colocava alguma coisa prox subia tipo uma pele .. só que essa pele foi crescendo ficando mais grossa , aí eu chamava uma cunhada minha pra ver e nisso a mulher do meu cunhado começa querer arrumar encrenca comigo e eu tava rouca quase sem voz, aí minha cunhada subiu e mostrei pra ela depois desci pra mostra pra minha sogra é outra cunhada quando eu subi pra minha casa , minha casa tava uma zona e fedendo e apareceu uma cobra largato não sei dizer o era exatamente é tinha peles do bicho pelo chão quando ele me viu entrou dentro de um buraco no chão quando tentei correr o bicho correu atrás de mim tentei me apoiar na parede com a pernas pra cima e as costas encostada na parede mais ele subiu na parede é eu corri cheguei no quarto tava meu esposo e o irmão dele , e o bicho pulou nas minhas costas aí ele bateu no bicho é caiu só consegui ver que tinha uma parte preta é uma branca tipo sem aquela pele da cobra ... aí pela calça deu pra perceber que o machucado tava sangrando e maior na perna e meu marido pediu pra ver e quando fui mostrar saiu a cabeça de uma cobra pequena da minha perna , comecei a puxar foi difícil mais saiu uma cobra verde da minha perna aí eu acordei

Sonhei que meu ex voltava para mim,

Sonhei que meu ex voltava para mim, e quem me dizia para ser feliz era a ex dele que foi minha melhor amiga.. no sonho eu chorava muito e depois entrava em um quarto com ele e o filho dele estava dormindo na cama. Começou a querer acordar e eu por instinto fui fazê-lo voltar a dormir e a criança me abraçou tão forte que eu consegui sentir como se fosse real

Sonhei que minha mãe e meu tio

Sonhei que minha mãe e meu tio me obrigaram a ir com eles para uma "aventura" assim eles chamavam quando começou eles sumiram e me deixaram no que parecia ser um castelo velho alagado quando vi uma mulher me olhando ela era muito feia e dava muito medo então eu corri , minha mãe me disse que o objetivo era pegar uma bola brilhos que ela tinha então pensando que fosse um jogo eu peguei e ela começou a me perseguir, até uma sala onde me vi sem saída que só tinha uma janela eu pulei pra fora e quando vi estava no banheiro da minha casa comemorando, quando o ralo da pia e da banheira começaram a borbulhar e comecei a ouvir sua voz sussurrando algo que como "uma bruna nunca perde" ou algo assim então quando abri a porta do banheiro em direção ao meu quarto a vi e eu como não sou burra dei a pedra para ela e ela sumiu e ouvi algo vindo do meu computador o abri e lá estava ela como se fosse um EAD só com nós duas, ela me disse que eu estava condenada e que estava me amaldiçoado com a mesma maldição do Darci(um amigo meu) nós conversamos um pouco e eu a enrolei na esperança de que ela voltasse atrás mais não deu, ela simplismente sumiu, a última coisa que me lembro no sonho foi de estar em um acampamento de igreja feliz até meu celular apitar e ter uma solicitação de amizade e de conversa da mesma pessoa uma mulher loira com a face idêntica a da bruxa só que a bruxa era morena. É isso e eu sou mulher se isso influencia na interpretação

Esse sonho é sempre o mesmo... Começou

Esse sonho é sempre o mesmo... Começou aos meus 8 anos de idade, daí se tornou repetitivo demais. Primeira etapa: "O jardim era imenso, com as mais belas flores, tanto raras como as conhecidas. Possuía no centro do imenso jardim uma grande árvore, suas pétalas brancas, eram tão leves. Eu estava distante da árvore, vestida em um longo e branco vestido de seda (Sim, eu conheço alguns tecidos de roupa). O clima era agradável. Sendo criança, fiquei curiosa e feliz por estar num lugar como aquele. Mas ao notar um fio vermelho em meu pulso como também um outro fio da mesma cor em meu tornozelo, fiquei sem entender, era o mesmo fio mas separadas e amarradas no pulso e tornozelo. Comecei a seguir onde terminaria o fio, mas acabava por acordar." Esse era o sonho, 7 longos anos sonhando, não mudava nada. Até que quando completei 15 anos, 1 semana depois para ser clara, conseguir ultrapassar o meu sonho. Lembrando que conforme eu crescia, eu mudava no sonho. Segunda etapa: "Enquanto eu ia até onde o fio me levaria, sentir um cheiro forte, na hora fiquei tonta (ou atordoada), mas não parava de andar até a árvore. O interessante disso tudo é que comecei a sentir umas sensações, meu coração acelerando, meu estômago estranho. Quando me aproximei da árvore, vi um rapaz. Ele era alto, vestido de branco, cabelo bem preto e num corte curto (Chanel), mas, não via seu rosto (Guarde essa descrição) ... Fiquei ali analisando o rapaz, o que me chamou a atenção foi onde o fio terminou, o rapaz tinha seu pulso e tornozelo amarrado, como eu. Alguns minutos (no sonho) se passou, e fui despertada por ele, estendendo sua mão para mim, sentir a grama em minhas costas. Vi que me encontrava perto de um lago, junto com o rapaz. Sua voz era grave, bem gostosa de se ouvir, conversamos, nos amamos. Daí acordei, mas com as sensações de arrepio bom, coração acelerado." Foi assim por mais 5 anos, sim, 5 anos sonhando com esse sonho. Sendo que no começo desse ano (2021), depois do ano novo, a saber, 5 dias depois, isso foi numa terça-feira de manhã, eu particularmente me sentir acesa e ao mesmo tempo apagada. Parecia dormir e ao mesmo tempo não, se é que me entende. Última etapa: "No sonho, eu me encontrava numa escola, vestida de aluna. Havia outros alunos por lá, como se fosse para o início de aula. Uma professora tinha deixado bolo e doces para gente, acabei por pegar um pedaço para o professor. Enquanto eu organizava a mesa do professor, um garoto gritou na sala: 'Ele tá vindo, correm' Todos correram e se assentaram em seus lugares, e eu estava ainda lá, organizando os doces e o pedaço de bolo para o professor. Sentir alguém me olhando e se aproximando, o mesmo cheiro (fragrância) me deixou embriagada. Os mesmos sintomas que eu sentia nos outros sonhos, me pegou em cheio. A pessoa atrás de mim acabou falando: 'Você continua a mesma, sempre fofinha' eu acabei rindo e me arrepiando ao ouvir a voz bastante grave, me sentir uma adolescente apaixonada. Na hora em que fui me virar, fui abraçada por ele, e o cheiro aumentou mais. Lembra sobre a descrição do rapaz? Então, era a mesma pessoa, sabe como sei? Ele usava a camisa social dobrada dois dedos acima do pulso, sua voz só mudou, isso que me deixou mais ''balançada'' Até que ele sussurrou suavemente: 'Senti sua falta, minha pequena' e eu respondi 'Eu também senti sua falta.' Na hora em que eu fui me afastar para poder ver seu rosto, ele me abraçou fortemente. Senti meu corpo estremecer e ele sussurrar novamente quase chorando: 'Eu senti tanto sua falta... Eu amo você' pronto, meu coração faltava sair pela boca, acabei abraçando ele bem forte, mais forte sabe? E disse: 'Eu também te amo, eternamente' Daí acordei com a sensação do abraço, de tudo'' Como mencionei no começo, é desde dos meus 8 anos de idade, venho tendo esse sonho de três etapas, não sei o que significa, mas quero entender o significado do jardim, do fio vermelho duplo, de tudo, mas nunca obtive respostas. E no começo desse ano. Sinto que tenho alguma ligação para com o rapaz, mas nunca vi homem algum. Por isso que estou aqui. Obrigada pela atenção!

Sonhei que estava em um estabelecimento em

Sonhei que estava em um estabelecimento em avenida bem conhecida, que é embaixo da casa da minha avó,então dois irmãos entravam discutindo, tiravam a camisa entravam em luta corporal e um deles esfaqueada e matava o outro, e logo em seguida ele corria e subia pra casa da minha avó, eu ia atrás dele e quando via de perto parecia ser meu parente e ele falava, eles vão vir me pegar, então eu saia na varanda e Tinha como se fosse um exército uma legião de bandidos que quando se aproximavam pareciam bixos uns monstrinhos sedentos por sangue, todos armados, então eles me pediam para entregar ele, eu descia e ia conversar com eles, e quando eu chegava lá tinha um Indio alto e muito forte, muito poderoso parecia o chefe deles e ele usava um colar em forma de X no peito, ele parecia muito inteligente e calmo, comecei a conversar com ele e quando olhava para o lado via um cara de terno com uma bíblia e esse cara não me transmitia muita confiança, parecia agressivo e intolerante, então passado um tempo o Grande indio me olhava nos olhos como se me respeitasse me admirasse e me cumprimentava com a cabeça e depois batia os ombros nos meus, eu senti como se ja conhecesse ele á tempos, me senti protegido como se tivessemos um pacto ou algo, sentime guardado e paz.. Então todos sumiram derrapante e eu acordei.

Eu e sofia iamos para a aula

Eu e sofia iamos para a aula ela estava a ver o telemovel e eu tinha um papel na nao (tavez um horario) chego ah porta e abro, ao abrir nao vejo ninguem somente uma estrada de areia ( tipo quando chove muito e passa bastantes carro pelo mxm sitio e fica buracos, e ao fim de bastante tempo a terra seca,  o charao era tipo isso) e mesas e cadeiras varias das cadeiras estavao no chão  e muitas delas estavam partidas e as mesas eram muito velhas e a alguma faltava os pés  e estava a ser subestituido por paus ou tubos, a parede da "sala" era um plastico castanho como se fosse fita cola e tinha muito buracos. Eu voltei a fechar a porta e disse a sofia, devemonos ter enganado na sala nao tem aqui ninguem..... e ela respendeu.me tem sim. E abrio a porta, assim que ela abrio a porta eu vejo uma sala muito grande e estença e tuda bonita a arranjada o chao era de azulejo e as paredes era super pintadas e decuradas, as mesas e as cadeiras estavam novas em folha, e quando olho para a secretaria do professor estava la uma professora minha do 7 ao 9 ano (que eu gostsva muito dela e ela tb gostava muito de mim). Eu e asofia vamos ate a unica mesa vazia e ah nossa frente estava sentada a diana e a a eduarda estavam a falar as duas e a sofia sentasse e nao lhe diz nada eu sentei.me e disselhes bom dia meninas, a eduarda volta a cara para mim e faz uma cara de desdem, com se nao me conhece e logo a seguir a isso a sofia volta.se para mim e diz pq q disseste isso nos nao as conhecemos de lado nenhum. E logo de seguida a professora diz sofia e debora podem ir entregar isto ah ala c, e eu e a sofia levantamos e logo em segunda a eduarda e a diana vam a tras, ( fiquei com a ideia de que elas eram do tipo unha e carne que por exemplo a diana queria ir ah casa de banho e aeduarda ea atras , a esuarda queria ir ao bar e a diana ea a tras) em frente a secretaria estava eu a duda a diana e a sofia,  e assim que cheiguei a secretaria sentia nessecidade de olhar para tras e quando olho eu voltei a ver aquela sala em pessemo estado mas desta vez tinha pessoas pessoas vestidas com platicos e super magras, em sima da mesas estavm agumal garrafaz e a agua nelas era suja viasse pedras e era castanha, e ao fundo da sala havia uma porta na parede de platico e viasse a sobra de alguem a se despir ou vestir, nao sei, volteia a olha em para a secretária e olhei de novo para o fundo da sala estava tudo normal, tudo bonito, e ai a professora ja tinha dado os papei ah sofia e ah diana, e eu voltei.me para a professora e disse mas e eu levo o que? A professora chamoume a mim a ah sofia,  e ninguim me deu resposta e eu repeti a frase mas mais alto e ai senti que aquela pessoa ja ali estava desde que entrei e a chama.se beatriz e eu conheço mas nunca a tinha visto assim ela estava vestida de preto e com roupa junta e com um coque e na mao ela tinha uma paleta de madeira para por as folhas ela olha para mim e diz nao ela nao te chamou, a diana olha para mim e faz uma cara estranha do tipo como se alguem me fosse charmar, e ai a sofia faz uma de espanto e supresa.... depois lembrome de me dirigir a ate a minha mesa. Depois lembro.me de estar numa especi de poliba de padra no chao mas maior do que o normal, e eu estava la a andar de patins de um lado para o outro ( eu nao sei andar de patins nem nunca soube) e veijo a professora a vir na minha direçao ela estav com uma cara muito triste, depois so me lembro de eu a prfissora a sofia a diana e a eduarda e mais um gajo que eu nao fazia ideia de que era, e entramos na porta ao fundo da sala, ( que esta ao lado do poliba pnde eu estava a patinar) e o rapaz entrou e sentou se numa cama e aparece uma rapriga de toalha ( contando que estavamos nao atras do platico que eu vi no fundo da sala calculo que a raparia que a fazer o movimeto de tirar a roupa creio que fasse ela) e ela abraçame e do nada o rapaz que esta sentado na cama começa e escorrer sanguem por todo o lado e a professora sai pela porta e volta logo a segir com uma moto serra e começa agritar temos de o matar temos de o matar, e a sofia a diana e aeudarda afastam. Se e começao agritar e do nada apareceu uma criança agarrada a mim ( ela deveria de ter mais oumenos 5/6 anos de idade, eu vis o rosto dela tenho a nossao dr que a conheço mas nao sei de onde) e rapariga do tolha so me da um beijo e diz saim tods daqui furam ela garra na minha cara e diz nunca deixes a menina, e do nada a ela so se mete a frente a motoserra e  fica toda estraçalhada e saimos tods pela porta e eu so vejo a professora a voltar a serra para si a e ver ela a se cortar a ela propria ao meio e o de ouvir o seu grito estridente!. Nos aimos pela sala e a sala estava destruida e tudo caido e velho, saimos pela porta e subia uma escado tipo as escadas de emergência,  e a miuda anda um bucadinho e olhava apara tras olhava para mim, e de nada so começo a ver tu perfeito a mesma e parecia que estamos num grande auditorio e nos estavamos ca em sima e elas estavam muito bem vestidas, todas as pessoas estavm muito bem vestidas e la embaixo estava a tal beatriz ( aque gritou comigo na sala) e um homem ( ns mas se la aprecia tipo um diretor da escola), e sei que vimos um baco vasio e ns porq fomos ate de gatinhas e por baixo dos bancos, chegasmos ao baco eu sentei.me e notei que estava um rapz ao meu lado, mas eu sentia que o roconheia mas nao sabia que era, e a miuda sentou.se logo ao meu cola e abraçou.se a mim, e ao lado do rapaz estava a eduarda e sofia e adiana, e estavam a falar com o rapaz e depois o rapaz voltase para mi. E diz debora tem calma, sei que presisas de contar isso a alguem mas tem calma pode falar comigo sempre fomos amigos mas esta tudo bem. E depoisso me lembro e olha para tras e vez o diogo a chegar, ele parecia a unica pessoa normal ali, ele estava com a sua lancheira e com a sua mochila preta, e eu so saio e vou a corrwr ter com ele e dolhe um abraço e disgo precis de te contar uma coisa, e ficavva a repetir isso varias vez e do nada so se começa a juntar montes de pessoas e a sofia e a diana e aeduarda estao a segurar as pessoas e a diana diz debora diogo venhao venhao falar a aqui venhao venhao e depous a sofia grita e diz matias vem ca vem rapido! E o rapaz que estava ao meu lado levanta.se e vem ajudarnos,( mas a sena era estava a decorrer a palestra e tudo normal e bem vestido e no lado onde nos estavamos estavam todas as pessoas mal vestidas menos o diogo eu a diana a eduarda a sofia e o matias, e a criança....) nos fomos e estavam a nos empurrar e a muida ainda nao me tinha largado, e eu ia para entrar mais o diogo e tudos queriam entrar e ai eu disse eu preciso de falar com ele sozinhos, e ai  eu fechei a porta e a ultima coisa que me lembro é de ver a miuda a a sentar-se com as costa na porta de pernas crosadas e de braços crusados.

No sonho eu estava grávida e tinha

No sonho eu estava grávida e tinha uma trilha de rochas e um lugar esquisito em que eu tinha que atravessar e enquanto fazia isso as pessoas falavam que o pai da criança era um cabrito kkkkkkk e de repete eu começava a sangrar e tinha muito sangue como se eu estivesse menstruando. Daí do nada eu me agacho e sai um feto só que ele se meche como se fosse um bichinho e sai rastejando, credo. Depois disso acordei

Sonhei que fui com minha mãe visitar

Sonhei que fui com minha mãe visitar o túmulo do meu irmão e ao lado do túmulo dele havia uma pequena lagoa e uma piscina super limpa. E quando fomos sair do cemitério tivemos que subir uma ladeira enorme, cheia de obstáculos da natureza, como se fosse uma trilha, e subimos por muito tempo até chegar na saída.

Estou caminhando no parque com meu parceiro

Estou caminhando no parque com meu parceiro quando um cisne pousa na minha cabeça voltado para a frente. Continuo caminhando como se fosse normal. Posso ver a sombra do Cisne à minha frente enquanto caminho.

Estou caminhando no parque com meu parceiro

Estou caminhando no parque com meu parceiro quando um cisne pousa na minha cabeça voltado para a frente. Continuo caminhando como se fosse normal. Eu consigo ver a sombra do Cisne na minha frente enquanto caminho.