Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém lugar Página 3

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Sonhei que o meu filho lucas tirava

Sonhei que o meu filho lucas tirava a roupa da minha filha e minha filha ia e se vestia rápido e a minha mãe dava uma tapa na cara da minha filha e eu ficava muito triste e discutia com ela , meu pai chegava e eu falava com o meu pai e ele ficava chateado e brigava com a minha mãe e quando eles estavam discutindo minha mãe fala que a mãe dela faleceu ( ela já faleceu tem mais de 10 anos e meu pai sabe) e meu pai começava a chorar e falava que não acreditava nela, aí a irmã da minha avó apareceria só que ela estava muito diferente e totalmente ao contrário da real irmã da minha avó porém era ela, aí que gorda casada, só que velha tanto ela quanto o marido ambos de preto e segurando várias sacolas de pão e eu também tinha comprado pão e as sacolas também eram preta, essa irmã da minha avó afirma para o meu pai que realmente minha avó morreu , eu abraço ela com muita saudade e falo que logo vou lá visitalos e leva a Jennifer a mulher do sonho é a irmã da minha avó só que com outra aparência, aparência essa que eu não conheço e a irmã da minha avó também já morreu, quando eu vou me despedir meio que o senhor marido da irmã da minha avó troca as sacolas e confunde divido todas serem preta mais logo agente arruma e fica tudo certo, logo após estou na casa da minha mãe e estamos conversando sobre ir a algum lugar e estávamos vendo em qual carro da família íamos pois riamos vários mais vários estavam com defeito, tinha um rapaz que eu não conheço porém parecia ser conhecido da família falando que ia leva minha mãe no lugar e tal, eu ia na estada conversando com eles e passávamos em várias casas e nas janelas havia muito as declarações de amor fotos balcões e flores dos casais que lá moravam, sonhei que em uma das casas nós íamos eu e umas amigas e entrávamos como se eu conhecesse só que eu sabia que não conhecia , brincava com um tapete do lado de fora e quando as minhas amigas entravam eu saia correndo e sorrindo e logo em seguida elas vinham correndo atrás porque agente não conhecia aquelas pessoas mais estamos pregando peças nela, só que enquanto corríamos estrava em um quintal de uma pessoa e a menina falava que tinha um cachorro, eu corria e fechava a porta com muito custo porque o cachorro era grande e feroz e eu sabia que ele ia entra, eu corria enquanto ele ia arrombando a porta e entrava para dentro de outro quarto dentro da casa e fechava a porta, só que havia um pequeno buraco na parede e o cachorro conseguia entra ele entrada eu segurava ele só que ele mordia a minha mão porém não era mais o mesmo cachorro e o cachorro era filhote

Tipo assim, eu sonhei, né, que eu

Tipo assim, eu sonhei, né, que eu tava em uma casa, tinha eu, meu pai, minha prima e minha avó, né. E aí, eu tinha que olhar alguma coisa, eu não lembro o que era, eu tinha que olhar alguma coisa, e daí foi uma explosão. Né, eu tava dentro da casa, uma explosão muito grande. E aí, eu vejo a explosão, tipo, bem nítida. Aí eu sei que eu tô no chão. Depois eu acordo. Tipo, acordando, eu me levanto. Aí, só que eu, tipo assim, eu tô com a minha mesma roupa, tô com a mesma, é... Tipo, eu consigo não falar com você, eu tô com aquelas coisas, normal, física, sabe. E aí, um dia seguinte, tipo assim, a gente vai fazer as coisas. Só que eu não me lembro de muita coisa não. Tipo, praticamente eu vivo a vida normal, sabe. Aqui em casa, minha prima na casa, tipo, eu vivo a vida normal. E aí, eu lembro que eu peguei meu celular. E tinha um menino, né, que agora a gente não se fala mais. A gente, sabe, a gente tinha alguma coisa, sabe, uma coisa amorosa, vamos dizer assim. E eu lembro que ele mandou uma mensagem pra mim. E aí, eu fiquei tão triste, tão triste, porque eu queria que ele não saísse. Mas aí, eu consigo, tipo assim, eu não acredito que eu morri. Aí, eu vou, tipo, às vezes, pego no lugar das pessoas que passam, pra ver se alguém tá me vendo. Às vezes, quando alguém fala comigo. Aí, eu penso que eu tô vivo, enfim. É isso que eu penso que a gente fica

Eu sonhei que eu estava andando de

Eu sonhei que eu estava andando de carro e eu vi um cavalo nessa estrada e ele começou a correr , como se estivesse livre e tudo tava com uma vibe boa, até eu ver um lugar que eu já vi em um sonho antes, e esse cavalo caiu dentro da água que essa água parecia que não conseguiria sair dela, e eu me segurei e escondi em uma parte das pedras e vi um carro com um homem e por algum motivo eu tinha medo desse homem e ele passou, e do nada eu vi a água começar a se mexer e tinha tipo chão, parece que aquela água queria me afogar e eu comecei a correr para aquele lugar que eu vi no sonho que pra mim eu sempre olhava e não queria ir pra lá, e daí eu vi tipo um gênio e ele que tava fazendo isso, se ele passasse na minha frente a água começaria a querer me afogar e eu tava tentando pegar ele e eu corri e quando eu fiquei na frente dele a água começou abaixar, eu não lembro de nada depois disso só sei que uma mulher apareceu e disse que eu não poderia fazer oque eu estava fazendo com ele, e daí eu coloquei ele de volta em uma coisa tipo uma lâmpada de gênios.

Hoje sonhei com um garoto que amei

Hoje sonhei com um garoto que amei demais no sonho estava no condomínio onde minha avó mora consequentemente ele mora ali também e foi ali que nos conhecemos. Estava usando um vestido branco delicado com detalhes dourados lindos que destacavam minhas curvas usava tranças lindas com um espelho dourado na mão eu parecia as filhas de Oxum andando pelo bairro descalça admirando casa detalhe daquele lugar e as pessoas me olhavam com cara de surpresa, lembro que o carro do padrasto desse garoto que amo tanto me perseguia eu não sentia medo, mas não queria ter que falar com ele pois ele me magoou tanto não queria sentir isso de novo ainda assim o carro me perseguia ele ficava me chamando implorando pra não fugir que precisava falar comigo. Eu continuava seguindo meu caminho agoniada porém,com calma a adrenalina percorria minhas veias o frio na barriga era constante a vontade de chorar aumentava junto com a incerteza será que eu realmente deveria parar e escutar o que ele tem a dizer ou deveria fugir pra sempre da verdade... Mas a verdade dói. Até que chegou uma hora que cansei de fugir e parei na beira de uma cachoeira pra arrumar meu cabelo olhando pro espelho pude ver o carro encostado e esse garoto saindo na mesma hora olhei pros lados e vi que não tinha saída e tinha que ouvir o que ele tinha a dizer o mesmo chamou pelo meu nome me procurando no meio da mata eu conseguia ver ele mais ele não conseguia me ver comecei a cantar um ponto de Oxum mechendo mas águas e chorando pela voz dele dava pra perceber que ele também chorava enquanto chamava meu nome ele dizia pra mim escutar o que ele tinha a dizer e pediu pra mim não fugir dele de novo mas parando pra pensar eu não fugi só cansei de sofrer por ele... Chamei o nome dele dizendo que estava na cachoeira comecei a cantar outro ponto de Oxum ele chegou perto e eu fui indo na direção dele não quis chegar perto mas ele me abraçou chorando pedindo desculpa por tudo que fez eu acabei perdoando depois de um tempo ele dizia que já gostou muito de mim mas acabou desistindo depois que eu não demonstrei o mesmo. Depois de meia hora conversando ele tentou me beijar mais não deixei não podia cair nessa de novo quando fui ir embora ele me ofereceu carona acabei aceitando pois estava tarde por fim acabei beijando ele na segunda tentativa

Eu tava na casa da minha vo

Eu tava na casa da minha vo (mas a casa tava bem diferente, como se fosse aquelas casas antigas), meu primo de mesma idade que a minha que tinha ido passar alguns dias na casa da minha vo, me chamou parar morar com ele, so que ele morava em outra cidade e me chamou pra ir com ele, pra nao ficar sozinho e eu fui, o bairro e as casas aqui pareciam tudo de antigamente, la da epoca de 1990, teve uma parte, que eu naosei se tava só eu sozinha, ou se ele tava junto comigo, e naosei se tava indo embora da cidade que ele morava ou indo p cidade que ele morava, mas tinha ido p um lugar la rodoviária, e perguntei se alguem sabia se o ônibus 8501 passava la, ai na casa do meu primo parecia que a gente tava literalmente dentro do minecraft, estavamos redecorando a casa dele, ai teve uma parte que minha mae me chamou de uma janela que da na varanda da casa da minha vo, porém nao fez sentido já que meu primo e eu estavamos em outra cidade, e minha mae perguntou se eu ia mesmo porque nao ficava e tals, ai eu em um momento pensei nisso, ai comecei a me sentir mal, ai deitei e comecei a ter crise de ansiedade fortissima, tava com medo de alguma coisa acontecer comigo, ai depois que passou a crise, fui conversar com meu primo e ele ficou dboa com a decisão e fui embora

Sonhei que tinha aparecido do nada em

Sonhei que tinha aparecido do nada em lugar cheio de corredores, parecia um labirinto bem escuros. Nesses corredores eu ouvia gritos bem altos de sofrimento e raiva, no sonho eu sabia que o que quer que estava fazendo esse som, estava atrás de mim. Eu via vultos de seres altos e brilhantes, ( eles brilhavam como o sol) era uma luz branca muito forte, apesar disso, eu sentia uma energia ruim ao vê-los. Depois de um tempo andando, eu encontrei um deles deitado em uma mesa de metal, ele estava apagado, ( não brilhava mais) estava quase no seu leito de morte. Como eu não estava entendendo o que tava acontecendo, ele de alguma forma me mostrou em visões o que aconteceu, um daqueles seres brilhantes tinha tentado matá-lo e acabou ali naquela mesa, quase morto. Ele queria me ajudar, pq sabia que se alguns daqueles seres me vissem, poderia acontecer algo ruim. Foi aí que ele me ajudou a localizá-los, eu deitei sobre a cabeça dele e segurei a mão dele, naquela hora eu tive a exata visão de onde os seres vagavam, eu vi dois deles vindo em direção onde eu estava e cada vez que eles se aproximavam, eu sentia uma sensação muito ruim. Eles me mostrou que se eu ficasse ali, de cabeça baixa e segurando a mão dele, ele não poderiam me machucar. Um deles passou bem rápido atrás de mim, nessa hora eu senti meu corpo arrepiar tanto no sonho, quanto na vida real, a luz tomou conta dos meus olhos e o sonhou acabou.

Eu sonhei que eu atacava um bairro,

Eu sonhei que eu atacava um bairro, atirava bombas em diversos lugares, mas não conseguia acertar uma casa em particular, e os membros dessa casa todos estavam calmos. Eu ia até eles e prometia não atacar mais aquele lugar, tudo devido a sua inexplicável sorte de não ser atingido. Em um outro momento eu derrubava uma grande árvore, árvore está que atravessava uma rua e esmagava uma casa com seu caule, e outra com sua copa.

Eu sonhei que encontrava uma pessoa, que

Eu sonhei que encontrava uma pessoa, que eu amo e suas reencarnações, e nas vezes que o nosso tempo não batia, a pessoa que sempre ficava no lugar dela nessas ocasiões.