Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém Cão

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Fugir

Fugir

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Encontro-me num espaço com decoração antiga, século

Encontro-me num espaço com decoração antiga, século XVIII ou XIX, em tons de vermelho com decoração em tons de amarelo dourado. Não conheço o espaço. Está divisão dá para outra, estão divididas por um arco que vão das paredes ao teto. Não vejo porta. Estou com alguém mas só oiço a voz que me diz:Aqui vão estar as pessoas que querem falar-te para te ajudar. E mostra-me a outra sala para lá da divisão em arco.. Tem 3 pudesse almofadados, tipo sofá, redondos e amarelo torrado. E a voz da pessoa que me acompanha mas não vejo diz: são o teu pai, o teu avô e uma amiga tua. Indicou-me os sofás de cada um, ainda vazios. Dispostos em meia lua, à esquerda o meu avô, no meio mais atrás o meu pai, e do lado direito a minha amiga. Estou intrigada, não pelo meu pai e avô que já tinham falecido mas sim pela minha amiga?? Estava ansiosa por recebe-lose saber também quem é esta terceira amiga. Acordei!

Sonhei que eu e minha irmã estávamos

Sonhei que eu e minha irmã estávamos num chá de revelação de algum desconhecido (era como se tivessemos caído de paraquedas la) e do nada nos entregaram os papéis com o nome dos bebês que eram um casal de gemeos. Eu não entendi o nome do meu papel e pedi ajuda e uma mulher disse pra mim: Edna e no da minha irmã tava escrito Benicio. Falamos os nomes e as pessoas ficaram felizes e a gente tentando entender pq chamar o bebê de "Edna achamos o nome feio e eu acordei.

Cara foi bem esquisito Eu tava na

Cara foi bem esquisito Eu tava na casa dela (Bruna um amor separado de mim, ela tentou terminar o casamento pra ficar comigo mas foi ameaçada, desde então não consigo mais contato com ela) só q eu sentia a presença do marido dela mas eu não via ele. E eu tava indo trancar com um gay, não sei o pq. Só que ela tava no quarto e eu falava pra esse gay que não ia conseguir, aí ele ficava com raiva de mim. Eu falava que quem fazia isso era outra pessoa e olhava pra ela (me referindo ao marido dela). Ela falava que podia sair do quarto e eu falava que não era preciso. Aí ela dizia pra mim que queria muito usar um tamanco vermelho Só que a gente só achava um pé e aí íamos procurar o outro, era muito bonito esse tamanco. Estávamos procurando na frente de uma porta aberta que eu não sei pra onde dava, ela sentada no chão aí vinha uma barata grande voando em direção ao rosto dela, mas no meio tinha uma teia de aranha e ela ficava grudada, ela se debatia pra sair, mas não pq ela queria sair e sim pq ela queria ir na cara dela. Eu peguei o tamanco e matei, aí olhei pra porta e falei cara tá cheio de barata vindo dali que nojo e ela ficava rindo só que de nervoso e todas elas iam em direção a Bruna, eu ficava apavorada tentando tirar ela dali e ela não saia e ficava rindo nervosa. Aí acordei atordoada com esse sonho horrível.

Sonhei que eu estava beijando uma pessoa

Sonhei que eu estava beijando uma pessoa no qual tenho uma amizade. No sonho eu chamei ele pra ir a uma casa ( que era dele), entretanto as chaves da casa estavam em minha posse. Nós fomos pelo caminho e ele desviou a rota e foi pra um lugar com um belíssimo céu, e nesse mesmo lugar tinha uma rua enorme, e do outro lado dela tinham os meus familiares e eu entrava em desespero por não querer ser vista. Para finalizar, o rapaz cantava uma bela música de declaração de amor.

Sonhei que minha mãe e meu tio

Sonhei que minha mãe e meu tio me obrigaram a ir com eles para uma "aventura" assim eles chamavam quando começou eles sumiram e me deixaram no que parecia ser um castelo velho alagado quando vi uma mulher me olhando ela era muito feia e dava muito medo então eu corri , minha mãe me disse que o objetivo era pegar uma bola brilhos que ela tinha então pensando que fosse um jogo eu peguei e ela começou a me perseguir, até uma sala onde me vi sem saída que só tinha uma janela eu pulei pra fora e quando vi estava no banheiro da minha casa comemorando, quando o ralo da pia e da banheira começaram a borbulhar e comecei a ouvir sua voz sussurrando algo que como "uma bruna nunca perde" ou algo assim então quando abri a porta do banheiro em direção ao meu quarto a vi e eu como não sou burra dei a pedra para ela e ela sumiu e ouvi algo vindo do meu computador o abri e lá estava ela como se fosse um EAD só com nós duas, ela me disse que eu estava condenada e que estava me amaldiçoado com a mesma maldição do Darci(um amigo meu) nós conversamos um pouco e eu a enrolei na esperança de que ela voltasse atrás mais não deu, ela simplismente sumiu, a última coisa que me lembro no sonho foi de estar em um acampamento de igreja feliz até meu celular apitar e ter uma solicitação de amizade e de conversa da mesma pessoa uma mulher loira com a face idêntica a da bruxa só que a bruxa era morena. É isso e eu sou mulher se isso influencia na interpretação

Dois sonhos seguidos. No primeiro me via

Dois sonhos seguidos. No primeiro me via cantando em um estudio como se tivesse gravando um álbum de música. Na segunda noite a cena se repete com o acréscimo de alguns outros supostos artistas que não me lembro quem são. No quadro seguinte do segundo sonho estou em um lugar fechado com muitas pessoas e sou requisitado a comparecer em um determinado local para encontrar alguém. Fui até o local e me deparei com uma sala luxuosa e vazia com um sofá vermelho próximo de uma das extremidades do recinto. Foi quando chegou uma mulher, que na vida real eu conheço apenas de vista e sei que não daria moral pra mim, sentou no sofá ao meu lado e começou a conversar e se insinuar para ficar comigo. Até que forçadamente nos beijamos. Passou-se um período curto de tempo quando a sala ficou lotada e eu comecei a debater com alguns caras que presumivelmente conheciam a mulher e também a debater com ela com um sentimento de indignação e tortura psicológica. Outro rapaz, ao escutar o meu relato sobre o ocorrido com a moça, afirmou que o mesmo aconteceu com ele. Em um dado momento do sonho a moça levantava uma bandeira do Santos, meu clube de coração, e lembro de dizer a ela que ela só estava posando pois não possuía paixão genuína pelo clube. Acordei com sensação de mal estar, medo, receio do futuro e com a mente profundamente torturada.

Esse sonho é sempre o mesmo... Começou

Esse sonho é sempre o mesmo... Começou aos meus 8 anos de idade, daí se tornou repetitivo demais. Primeira etapa: "O jardim era imenso, com as mais belas flores, tanto raras como as conhecidas. Possuía no centro do imenso jardim uma grande árvore, suas pétalas brancas, eram tão leves. Eu estava distante da árvore, vestida em um longo e branco vestido de seda (Sim, eu conheço alguns tecidos de roupa). O clima era agradável. Sendo criança, fiquei curiosa e feliz por estar num lugar como aquele. Mas ao notar um fio vermelho em meu pulso como também um outro fio da mesma cor em meu tornozelo, fiquei sem entender, era o mesmo fio mas separadas e amarradas no pulso e tornozelo. Comecei a seguir onde terminaria o fio, mas acabava por acordar." Esse era o sonho, 7 longos anos sonhando, não mudava nada. Até que quando completei 15 anos, 1 semana depois para ser clara, conseguir ultrapassar o meu sonho. Lembrando que conforme eu crescia, eu mudava no sonho. Segunda etapa: "Enquanto eu ia até onde o fio me levaria, sentir um cheiro forte, na hora fiquei tonta (ou atordoada), mas não parava de andar até a árvore. O interessante disso tudo é que comecei a sentir umas sensações, meu coração acelerando, meu estômago estranho. Quando me aproximei da árvore, vi um rapaz. Ele era alto, vestido de branco, cabelo bem preto e num corte curto (Chanel), mas, não via seu rosto (Guarde essa descrição) ... Fiquei ali analisando o rapaz, o que me chamou a atenção foi onde o fio terminou, o rapaz tinha seu pulso e tornozelo amarrado, como eu. Alguns minutos (no sonho) se passou, e fui despertada por ele, estendendo sua mão para mim, sentir a grama em minhas costas. Vi que me encontrava perto de um lago, junto com o rapaz. Sua voz era grave, bem gostosa de se ouvir, conversamos, nos amamos. Daí acordei, mas com as sensações de arrepio bom, coração acelerado." Foi assim por mais 5 anos, sim, 5 anos sonhando com esse sonho. Sendo que no começo desse ano (2021), depois do ano novo, a saber, 5 dias depois, isso foi numa terça-feira de manhã, eu particularmente me sentir acesa e ao mesmo tempo apagada. Parecia dormir e ao mesmo tempo não, se é que me entende. Última etapa: "No sonho, eu me encontrava numa escola, vestida de aluna. Havia outros alunos por lá, como se fosse para o início de aula. Uma professora tinha deixado bolo e doces para gente, acabei por pegar um pedaço para o professor. Enquanto eu organizava a mesa do professor, um garoto gritou na sala: 'Ele tá vindo, correm' Todos correram e se assentaram em seus lugares, e eu estava ainda lá, organizando os doces e o pedaço de bolo para o professor. Sentir alguém me olhando e se aproximando, o mesmo cheiro (fragrância) me deixou embriagada. Os mesmos sintomas que eu sentia nos outros sonhos, me pegou em cheio. A pessoa atrás de mim acabou falando: 'Você continua a mesma, sempre fofinha' eu acabei rindo e me arrepiando ao ouvir a voz bastante grave, me sentir uma adolescente apaixonada. Na hora em que fui me virar, fui abraçada por ele, e o cheiro aumentou mais. Lembra sobre a descrição do rapaz? Então, era a mesma pessoa, sabe como sei? Ele usava a camisa social dobrada dois dedos acima do pulso, sua voz só mudou, isso que me deixou mais ''balançada'' Até que ele sussurrou suavemente: 'Senti sua falta, minha pequena' e eu respondi 'Eu também senti sua falta.' Na hora em que eu fui me afastar para poder ver seu rosto, ele me abraçou fortemente. Senti meu corpo estremecer e ele sussurrar novamente quase chorando: 'Eu senti tanto sua falta... Eu amo você' pronto, meu coração faltava sair pela boca, acabei abraçando ele bem forte, mais forte sabe? E disse: 'Eu também te amo, eternamente' Daí acordei com a sensação do abraço, de tudo'' Como mencionei no começo, é desde dos meus 8 anos de idade, venho tendo esse sonho de três etapas, não sei o que significa, mas quero entender o significado do jardim, do fio vermelho duplo, de tudo, mas nunca obtive respostas. E no começo desse ano. Sinto que tenho alguma ligação para com o rapaz, mas nunca vi homem algum. Por isso que estou aqui. Obrigada pela atenção!

Sonhei que ia comprar um carro de

Sonhei que ia comprar um carro de R$230 mil, primeiramente eu iria comprar este carro a vista no cartão de crédito, mas por algum motivo pedi para meu irmão trazer R$50 mil em dinheiro vivo. O carro estava sem placa e era novo, mas resolvi não comprar o carro de última hora, na minha cabeça eu tinha decidido viver minha vida sem dirigir ou ter um carro naquele momento, era um sonho de criança mas vi que era algo desnecessário. Vi que a mulher do homem que estava me vendendo o carro estava chorando muito, então resolvi dar os R$50 mil reais para o cara, nisso quando doei ele me deu R$50 mil reais em notas falsas de voltas e a mulher dele me agradeceu dando uma santinha de nossa senhora aparecida dizendo que o marido dela (o homem do carro) precisava sair “daquela vida” (parecia que eu ja conhecia ele e ele era envolvido com facção). Depois disso voltei para um estádio onde estava tendo uma corrida de carros, nisso neste estádio começaram a chamar meu nome pelo microfone dizendo que, meu pai “João” estava esperando na portaria, quando cheguei na portaria vi minha mãe e meu pai. Minha mãe começou a discutir comigo, parecia que ela tinha achado que eu tinha apostado os R$50 mil na corrida e que eu era viciado em aposta, mas na verdade eu tinha doado o dinheiro e não apostado. Neste mesmo momento passou 2 tias minhas e 1 tio meu chorando com sacolas de compras. Quando vi, ja estava com minha mãe no carro, parecia que estávamos voltando para casa, mas estávamos em uma rua de uma cidade antiga que morei quando criança. Estava chovendo, quando vi tinha 1 cabeça decapitada no chão, dava a entender que era sinal de facções para facções rivais. Neste momento comecei a avisar minha mãe prestar atenção na rua e ficar atenta por que eu estava sentindo que algo iria acontecer. Nisso passou um carro correndo na contramão que quase bateu no nosso, logo após vimos mais 1 cabeça decapitada no chão, e então avisei denovo minha mãe para ficar atenta e tomar cuidado, e pela última vez vimos mais 1 cabeça decapitada no chão (totalizando 3) seguindo de eu falando para minha mãe ficar atenta. Nisto passou mais dois carros correndo, parecia que eles estavam em uma perseguição e um estava na contramão mas conseguiu voltar para pista antes que batesse no nosso, se minha mãe não tivesse baixado a velocidade, já no primeiro carro teríamos batido. Após passar os 3 carros, apareceu um ônibus e eu já sabia que não era impossível evitar a batida, nisto avisei minha mãe para ficar calma e finalmente batemos no ônibus, e então meu sonho acabou.