Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém Elevador

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Recebi uma chave para o quarto 145.

Recebi uma chave para o quarto 145. Ao entrar no elevador com um grupo de pessoas para chegar ao quarto, apertei o numero 15. Então todos do grupo me olharão e percebi que deveria ir ao 16, também percebi que o prédio so tinha 5 andares Umas das pessoas do elevador me reconheceu e falou meu nome, mais eu nunca tinha visto ela. Quando o elevador parou no 15 andar, eles abriram e fecharam rápido a porta para que eu não soubesse o que tinha no andar. Ao chegar no 16 percebi que andar era exatamente luxuoso. Como não encontrava o quarto 145, perguntei a um funcionário que estava ali. Ele me respondeu que só havia quartos até o 135, mais que eu deveria ficar ali e achar o quarto 145

Eu estava enfrentando um animatronic de FNAF

Eu estava enfrentando um animatronic de FNAF chamado Springtrap que é uma espécie de zumbi, onde eu tinha que fugir do campo de visão dele e conseguir tempo para botar fogo nele, o resultado foi que tinha um elevador que eu entrei para me esconder, só que de repente quando acendo a luz lá está ele na minha frente com uma cara assustadora, eu rapidamente empurro e fugo de lá para o solo, rapidamente boto gasolina e atenuo fogo, além de enterrar ele. Após isso o gerente do lugar chega falando o que houve e por que o lugar está tão danificado, eu fico sem conseguir explicar, porém derrepente apenas eu consigo enxergar que o gerente é na verdade aquele animatronic zumbi, porém os outros não são capazes de ver isso, como eu fico desconfiado, o Springtrap percebe e fica um clima estranho, saio de lá e encontro com minha família e meu gato em casa, de lá derrepente teleportamos (ao menos no meu sonho) para aparentemente um shopping macabro,subimos a longa escada rolante, estava cheio de gente, porém o que foi estranho é que, ao andar apenas uns 5 segundos aparece uma aspirante romântica minha que no meu sonho é minha ex, bem, ela está pedindo por ajuda desesperada falando que tinha um depravado atrás dela, eu a seguro e ela senta em mim mais tranquilamente, pedimos ajuda para os seguranças, porém eles não vêem ninguém, como se fosse uma halucinação, derrepente ela desaparece. Depois de pouco tempo, percebemos que nosso gato não está conosco, enquanto isso, percebemos que um cara alto está falando sobre algo aparentemente importante para ele que ele está segurando, mas não vemos nada, falamos para ele sobre a invisibilidade e ele compreende estranhamente de boa. Após isso, um gato idêntico ao nosso aparece, porém parecendo que está meio endemoniado, e ele aparece vindo da direção oposta, o que me deixou na dúvida se caso tivéssemos nos teletransportados, se esse portal realmente levou a gente ou meus pais e meus gatos são clones nesse sonho? De qualquer forma, após isso vejo mais gentes vendo halucinações e o cara alto perguntando por uma pessoa nas salas que parecem ser de artes marciais, as vezes ele olha nos meus olhos.

Sonhei que tinha um irmão que cantava,

Sonhei que tinha um irmão que cantava, saímos do show dele e pedimos um sorvete, logo após sofremos um acidente de carro... Eu, minha mae e meu pai ficamos bem, ele foi o debaixo do banco no acidente (??) Chegamos em casa, minha mae e meu pai nao deram a minima p ele, eu fui tirar ele de lá e vi que a garganta dele tinha sido cortada, dai eu entrei em desespero. Mas vi que ele ainda estava vivo, que estava respirando. Fui pedir o elevador pois estávamos na garagem, e o elevador não chegava nunca, fui para o de serviço e pedi. Quando olhei para trás vi meu irmão de 4 tentando andar porem a cabeça dele estava pendurada... Corri e peguei ele no colo, logo apos o elevador chegou, apertei o 8 andar (no sonho o elevador e a garagem era exatamente as mesmas do prédio onde eu moro) So que o elevador não andava, foi ai que olhei para cima e o elevador estava meio aberto e pingava agua foi ai que percebi que era satanás que estava fazendo de tudo para meu irmão morrer. Abri a porta com força do elevador e subi pro 8 andar, cheguei lá, meus pais não deram a minima. Lembrei que a amiga da minha mãe, Raquel, morava no 5 andar, desci e logo entrei, dei de cara com eles dormindo, acordei ela e falei que era p ela leva lo pro hospital, ela não queria também, então logo eu insistir muito, ela aceitou, mas falou para eu esperar um pouco... Fiquei ali, sentada com meu irmão no colo, a todo momento sussurrando no ouvido dele que eu o amava, que eu nao seria nada sem ele... Daí o cenário mudou, estavamos todos subindo um morro, tipo uma montanha!? E eu com ele no colo, vimos uma bandeira com que ele mesmo tinha feito, e eu escrevi uma coisa que nao me recordo com o nome "Gabriel".. Após isso nao me lembro, eu acordei porem ainda sinto um amor imensurável por esse irmão do sonho, como se ele realmente existisse...

Sonhei que eu mais uma senhora e

Sonhei que eu mais uma senhora e outra mulher desciamos em uma plataforma tipo elevador, depois a senhora com a mulher entraram em um veículo tipo carro forte, a senhora começou a dirigir, foi raspando na parede da empresa e quando desviou desceu uma rampa com velocidade maior e no meio do pátio virou o veículo, corri para entrar na empresa e chamar alguém, quando cheguei na porta, antes de entrar, acordei.

Eu na Noruega ou Dinamarca, andando com

Eu na Noruega ou Dinamarca, andando com alguém como que recebe uma.visita e me.mostra o local todo, digo ou sinto que aquele país é muito sem graça perto do nosso, um ambiente tipo as casas dos hobits , com aquela mesma iluminação ou decoração. TB algo como se lembrasse a Itália. Frutas, algo como figo ou banana. No cenário da casa do hobits um ônibus manobra e eu vejo que vai bater porém só fico olhando e depois vou lá dar bronca no cara em inglês já que não falo noruegues ou dinamarquês. O esporro na verdade é mais para irritar do que corrigir o motorista que fica com raiva porém TB não reage ao meu esporro. Algo TB como um elevador que vai ao subterrâneo, tipo de sonhos recorrente.

Sonho com muita frequência com um prédio

Sonho com muita frequência com um prédio mal assombrado com muitas escadas, e quanto mais você desce, mais coisas horríveis acontecem, e se pega o elevador pra descer, parece que vai cair

Estava em uma ponte com alguém desconhecido,

Estava em uma ponte com alguém desconhecido, de repente a ponte começava a balançar e eu caia. Essa pessoa me dizia: tem uma escada do outro lado, pode usar ela pra subir. Eu passava por baixo da ponte e avistava dois homens: um encostado em uma bicicleta e o outro do lado conversando com o primeiro. Depois avistada um adolescente loiro em pé, u passava por eles e ia subir as escadas, mas via um padre ou monge tentando subir só que ele subia devagar pois subia sentado. Eu o perguntava o motivo de subir assim e ele me dizia q o pé estava machucado. Havia uma ferida em seu pé.  Eu dizia a ele: vou ficar aqui na sua frente pra o senhor não cair. Assim ele subiu as escadas e chegamos na parte de cima. Lá me deparo com uma amiga, conhecida, que estava indo ao mercado comprar umas coisas. Chegando no mercado, ela compra tudo mas diz ao vendedor: eu mesma vou montar meu mercadinho. Nunca tem meu desodorante aqui.  Nos saíamos de lá e daí eu ia pra um curso voltado pra are psicológica. Terminando a aula eu e outras três garotas íamos pro elevador pra ir pra casa, uma saia correndo pra pegar o elevador já parado lá e descia  eu e as outras ficávamos esperando o próximo elevador. chegando um segundo elevador, a outra menina subia mas o perdia pq ia me dirigindo ao banheiro. Ficava com pena por perder mas queria muito fazer xixi.  Entrava no banheiro e ele estava imundo, cheio de sujeira, o vaso encrostrado de cocô, cheio de xixi no chão, as paredes muitos sujas, cheios do que me parecia ser lodo. Me dirigia ao vaso mesmo com nojo mas não sentava. Senti umas sujeirinhas pintarem em mim e quando olhei eram larvas como as de tapuru só que pequenas. Eu tentava me livrar delas, batia minhas roupas desesperadamente e saia de perto do vaso, ia pegar papel higiênico mas até no papel higiênico tinha larvas. Eu ficava com muito nojo, saia do banheiro, mas antes de sair vinham três garotas que falavam comigo dizendo: eu queria tomar banho, a outra dizia: eu queria só trocar de roupa e ela estava aparentemente grávida.  Eu apenas alertava: tudo bem, mas o banheiro está muito sujo, cheio de cocô Cuidado. Daí eu acordei 

Estava em uma ponte com alguém desconhecido,

Estava em uma ponte com alguém desconhecido, de repente a ponte começava a balançar e eu caia. Essa pessoa me dizia: tem uma escada do outro lado, pode usar ela pra subir. Eu passava por baixo da ponte e avistava dois homens: um encostado em uma bicicleta e o outro do lado conversando com o primeiro. Depois avistada um adolescente loiro em pé, u passava por eles e ia subir as escadas, mas via um padre ou monge tentando subir só que ele subia devagar pois subia sentado. Eu o perguntava o motivo de subir assim e ele me dizia q o pé estava machucado. Havia uma ferida em seu pé.  Eu dizia a ele: vou ficar aqui na sua frente pra o senhor não cair. Assim ele subiu as escadas e chegamos na parte de cima. Lá me deparo com uma amiga, conhecida, que estava indo ao mercado comprar umas coisas. Chegando no mercado, ela compra tudo mas diz ao vendedor: eu mesma vou montar meu mercadinho. Nunca tem meu desodorante aqui.  Nos saíamos de lá e daí eu ia pra um curso voltado pra are psicológica. Terminando a aula eu e outras três garotas íamos pro elevador pra ir pra casa, uma saia correndo pra pegar o elevador já parado lá e descia  eu e as outras ficávamos esperando o próximo elevador. chegando um segundo elevador, a outra menina subia mas o perdia pq ia me dirigindo ao banheiro. Ficava com pena por perder mas queria muito fazer xixi.  Entrava no banheiro e ele estava imundo, cheio de sujeira, o vaso encrostrado de cocô, cheio de xixi no chão, as paredes muitos sujas, cheios do que me parecia ser lodo. Me dirigia ao vaso mesmo com nojo mas não sentava. Senti umas sujeirinhas pintarem em mim e quando olhei eram larvas como as de tapuru só que pequenas. Eu tentava me livrar delas, batia minhas roupas desesperadamente e saia de perto do vaso, ia pegar papel higiênico mas até no papel higiênico tinha larvas. Eu ficava com muito nojo, saia do banheiro, mas antes de sair vinham três garotas que falavam comigo dizendo: eu queria tomar banho, a outra dizia: eu queria só trocar de roupa e ela estava aparentemente grávida.  Eu apenas alertava: tudo bem, mas o banheiro está muito sujo, cheio de bosta. Cuidado. Daí eu acordei