Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém Escuro

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Sonhei que eu estava na minha cidade

Sonhei que eu estava na minha cidade natal, na região central em um cruzamento! Este cruzamento estava movimentado, com carros e pessoas! Vi um senhor calvo alto gordo e cabelos e bigode branco, fazendo a sinalização do local! Estacionei o carro e segui ape pela rua, passei por uma cobra de ton escura azulado que estava seguindo a mesma direção e virei a direita em uma avenida onde encontrei uma pessoa trabalhando em um poste em cima de uma escada e senti que era o meu pai! Apesar não ter uma visão clara da pessoa. Meu pai então me pediu algo que não me lembro oque era! minha ação foi voltar o caminho e sinalizar para os outros carros para seguir com cuidado e não acertar a escada que tinha uma pessoa trabalhando. Fazendo o caminho de volta eu vi novamente a cobra que ainda seguia o caminho, parecia uma coral preta e zul.. uma mistura linda dessas cores em tom escuro. Encontrei novamente o senhor calvo de cabelos brancos e bigode branco. começamos a falar sobre e quando eu notei estava praticamente captando informações que são uteis para prospecção de clientes e ele era um potencial. Nos dois estávamos preste a nos despedi quando eu vi novamente a cobra, em um tamanha menor e tentei capturara. consegui por um apoio sobre ela, sem sucesso! E alguns segundos depois ela repentinamente veio em minha direção com se foce dar um bote, e entrou em minhas roupas pela caça na perna esquerda! E eu acordei! Passei por

Sonhar que estou quase incorporando um exu,

Sonhar que estou quase incorporando um exu, não sei como eu sabia que era um exu, eu só sabia. Estava num 3 andar de um prédio, era terraço e estava escuro com meia luz, estava uma pessoa comigo que iria me guiar, mas quando essa pessoa começou a estalar os dedos, e eu comecei a sentir que ia encorporar, eu gritei pra parar, e a entidade não desceu. Ai eu saí de lá feliz e acordei.

Sonhei que meu pai era dono de

Sonhei que meu pai era dono de um mercado com muita comida e prateleiras cheias e eu estava andando no mercado com uma melhor amiga da infância com quem não falo mais, atrás do mercado tinha uma piscina que era do meu pai mas ele deixava qualquer pessoa entrar e tinham muitas crianças brincando naquela piscina , uma mulher me parou e perguntou de modo agressivo quem eu era e eu expliquei que era a filha do dono, eu fazia algumas organizações do mercado e os trabalhadores do mercado eram muito bonitos e todos eles tinham interesse por mim, inclusive tinham ciúmes de mim e a minha melhor amiga sempre do meu lado, faz muito tempo que eu não tenho contato com ela pq rompemos relações e depois tudo ficou escuro e tinha eu e mais umas 4 pessoas se preparando para uma luta e se transformando em super-heróis mas essa transformação foi dolorosa pq assim que começou eu cai no chão e gritava de dor.

Eu sonhei que acordava é estava tudo

Eu sonhei que acordava é estava tudo escuro,e quando evendoa uma luz um menino sem o braço direito estava em pe na minha cozinha olhando pra mim. Em seguida o tempo ficava como um temporal e as luzes se apagaram,Eu perguntava como ele havia entrado,r via a janela da cozinha aberta,Eu pedia pra ele vir embora e eles olhava sorrindo com ar sarcástico,Eu p conduzia pra fora da minha casa um pouco assustada,Eu voltava pra dentro de casa,a janela da cozinha era alta é impossível de alguém conseguir escalar,Eu fiquei com medo é fechei a janela,É tentei acender as luzes,só que elas quebravam ai eu acordei

Estava num lugar escuro com pouca iluminação,

Estava num lugar escuro com pouca iluminação, com todos os meus parentes inclusive os que já morreram. Todos estavam tristes mas não tentavam fugir do local, somente eu estava tentando sair de lá. Algo me perseguia e batia nas janelas do local, mas eu não via nada. No teto haviam várias pombas que começaram a cair mortas no chão e estourando, no fim vi minha mãe e a perguntei o que ela estava fazendo solitária no local e aí eu acordei

Encontro-me num lugar escuro. Não sinto medo,

Encontro-me num lugar escuro. Não sinto medo, dor, frio, nem calor. Não sei onde estou, não sei o que faço aqui. 10 metros a minha frente percebo meia dúzia de luzes brancas bailando no ar. Elas são pequenas uma delas pisca num ritmo quase a se apagar. De repente as luzes flutuam em minha direção. Aí meu Deus - o que que é isso?Coração acelera e o medo do desconhecido impulsiona-me a correr na direção contrária. Em meio a fulga, pergunto-me: o que são essas luzes? Porque estão me perseguindo? O que elas querem de mim? Ah, conceteza são alienígenas! Devo corre mais rápido para não ser capturado. Nessa angustiante busca por respostas, ouço uma voz de homem dizendo: As luzes querem algo seu. Pergunto, o que elas querem de mim? A resposta é dada por uma visão. Vejo minha camisa (estampa florida com pétalas azuis e vermelhas). Penso, "mas elas querem a camisa que mais gosto, sem contar que essa ganhei de presente do meu amor". Em meio a escuridão tiro a camisa do meu corpo e deixo-a para trás. Então, finalmente, avisto um barco encalhado que serviu-me de ponte para orla de uma cidade. Agora encontro-me na orla iluminada pelas luzes dos postes. Vejo, bancos de concretos, árvores. Também vejo pessoas, mas não atento ao rosto de nenhuma delas. Minha maior preocupação é saber se já não sou mais perseguido. Aliviado estou por não ver mais aquelas luzes, alienígenas, ou sei lá o que. Não demora muito para vir o susto. Nossa! Ainda estou vestido com a roupa que as luzes queriam de mim. Vejo que a roupa que deixei para trás foi uma camisa antiga (tonalidade rosada, com estampa florida e pétalas verdes). Essa camisa eu quase não uso. Receoso, tiro do meu corpo a camisa, cujo as luzes tanto almeijam. Peço para um garoto deixá-la pendurada próximo ao barco, afim das luzes encontrá-la.

SONHO – LUZES - NOITE Encontro-me num

SONHO – LUZES - NOITE Encontro-me num lugar escuro. Não sinto medo, dor, frio, nem calor. Não sei onde estou, não sei o que faço aqui. 10 metros a minha frente percebo meia dúzia de luzes brancas bailando no ar. Elas são pequenas uma delas pisca num ritmo quase a se apagar. INT. PERSEGUIÇÃO - NOITE De repente as luzes flutuam em minha direção. Aí meu Deus - o que que é isso?Coração acelera e o medo do desconhecido impulsiona-me a correr na direção contrária. Em meio a fulga, pergunto-me: o que são essas luzes? Porque estão me perseguindo? O que elas querem de mim? Ah, conceteza são alienígenas! Devo corre mais rápido para não ser capturado. INT. CONTATO DESCONHECIDO Nessa angustiante busca por respostas, ouço uma voz de homem dizendo: As luzes querem algo seu. Pergunto, o que elas querem de mim? A resposta é dada por uma visão. Vejo minha camisa (estampa florida com pétalas azuis e vermelhas). INT. CAMISA - NOITE Penso, "mas elas querem a camisa que mais gosto, sem contar que essa ganhei de presente do meu amor". Em meio a escuridão tiro a camisa do meu corpo e deixo-a para trás. Então, finalmente, avisto um barco encalhado que serviu-me de ponte para orla de uma cidade. INT. DO OUTRO LADO DA ESCURIDÃO Agora encontro-me na orla iluminada pelas luzes dos postes. Vejo, bancos de concretos, árvores. Também vejo pessoas, mas não atento ao rosto de nenhuma delas. Minha maior preocupação é saber se já não sou mais perseguido. Aliviado estou por não ver mais aquelas luzes, alienígenas, ou sei lá o que. INT. REVELAÇÕES - NOITE Não demora muito para vir o susto. Nossa! Ainda estou vestido com a roupa que as luzes queriam de mim. Vejo que a roupa que deixei para trás foi uma camisa antiga (tonalidade rosada, com estampa florida e pétalas verdes). Essa camisa eu quase não uso. Receoso, tiro do meu corpo a camisa, cujo as luzes tanto almeijam. Peço para um garoto deixá-la pendurada próximo ao barco, afim das luzes encontrá-la. FIM DO SONHO INT. QUARTO – NOITE Acordo sobressaltado, com medo e pensativo - só passado alguns instantes consigo abrir os olhos, levantar da cama, ligar a luz e perceber que estou na segurança do meu quarto.