Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém colar

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Fugir

Fugir

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Eu achei um troféu com uma pomba

Eu achei um troféu com uma pomba nela era de ouro e leve,achei num caminho q era com mato mais era aonde passava carro,e tinha outros amigos meus q n sei quem eram,e eu queria saber de quem era aquele troféu e me levaram numa senhora e ela me disse q ia me levar ao mundo espiritual pra falar com a moça,lá ela tava me esperando numa sacada de frente pra aquela avenida,ela me disse q tinha morrido ali e q o troféu era dela por ter atropelado mais pombos(?Kkk),achei engraçado e ela tbm,aí devolvi e ela disse q podia jogar fora ele n tinha valor pra ela,e pra mim ficar com uma lembrança melhor dela ela me deu um colar com um caveirinha e ela pegou meu elástico de cabelo,a gnt sorriu me despedi dela e voltei

Sonhei que estava em um estabelecimento em

Sonhei que estava em um estabelecimento em avenida bem conhecida, que é embaixo da casa da minha avó,então dois irmãos entravam discutindo, tiravam a camisa entravam em luta corporal e um deles esfaqueada e matava o outro, e logo em seguida ele corria e subia pra casa da minha avó, eu ia atrás dele e quando via de perto parecia ser meu parente e ele falava, eles vão vir me pegar, então eu saia na varanda e Tinha como se fosse um exército uma legião de bandidos que quando se aproximavam pareciam bixos uns monstrinhos sedentos por sangue, todos armados, então eles me pediam para entregar ele, eu descia e ia conversar com eles, e quando eu chegava lá tinha um Indio alto e muito forte, muito poderoso parecia o chefe deles e ele usava um colar em forma de X no peito, ele parecia muito inteligente e calmo, comecei a conversar com ele e quando olhava para o lado via um cara de terno com uma bíblia e esse cara não me transmitia muita confiança, parecia agressivo e intolerante, então passado um tempo o Grande indio me olhava nos olhos como se me respeitasse me admirasse e me cumprimentava com a cabeça e depois batia os ombros nos meus, eu senti como se ja conhecesse ele á tempos, me senti protegido como se tivessemos um pacto ou algo, sentime guardado e paz.. Então todos sumiram derrapante e eu acordei.