Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém correr

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Eu tive três sohos seguidos um após

Eu tive três sohos seguidos um após o outro um deles eu já te falei, mas por ter sonhado os três na mesma noite creio que eles tem alguma ligação. No primeiro eu via uma mão enfrente ao meu rosto com uma aliança de noivado, muito bonita, foi bem rápido eu só vi a mão então eu acordei O segundo eu estava aqui em casa no meu quarto e paulin (meu irmão) estava na sala, eu falava alguma coisa para ele, e ele vinha com muita raiva e tentava entrar no quarto eu fechava a porte e ele ficava empurando para entrar "igual a quando eramos crianças", mas depois de algum tempo ele parava de bater a porta e quando eu abria ele já estava sentado no sofá, como se nada tivesse acontecido. Já o terceiro foi bem mais confuso: Eu estava na queiros em frente aquele colegio lá de cima aonde os ônibus fazem o retorno. E eu estava olhando fogos de artificio, quando o primeiro esplodia, caiam coisas no chão como se fossem restos de sapatos, e depois esplodia mais um, já o terceiro vinha na minha direção como uma bola preta, eu me esquivava, e vinha outro na minha direção, Então eu comecei a correr em direção a rodoviaria, e enquanto eu corria vi uma arvore no meio da rua, era uma arvore muito linda como eu nunca tinha visto, muito verde, nunca vi uma arvore tão bonita como aquela, Então eu corria em direção a arvore mais enquanto eu corria vinha um vento no sentido contrario, e quanto mais eu corria em direção a arvore, mais forte o vento ficava, Direpente surgiu uma neblina na qual eu não conseguia mais ver a arvore e nem nada ao meu redor, mesmo assim eu continuei correndo em direção a arvore, e o vento aumentou tanto, que eu não conseguia sair do lugar, mesmo correndo, Então esse vento se tornou um tornado, como aquele dos filmes, e me tirou do chão, e me rodou e rodou e rodou Então eu fechei meus olhos e quando eu abri eu estava dentro de uma boca, e essa boca me cuspia, e quando eu caia eu olhei para cima e vi um gigante, vi também o rosto do gigante, e ao olhar para o lado vi que ali também haviam mais dois gigantes, e eu me sentia pequeno, Então eu acordei

Sonhei que um casal foi responsável por

Sonhei que um casal foi responsável por colocar um bem-te-vi, uma folha de papel e um prego comprido em cima do muro da casa onde eu estava de algumas pessoas. Não parecia um bom sinal. Então uma moça residente na casa foi retirar (eu estava próxima vendo isso). O casal responsável pelo pássaro, papel e prego apareceram é entraram em disputa com a moça, mas logo a briga ficou entre a moça e o homem. Eu estava próxima vendo tudo aquilo e eu incentivava que a moça acabasse com o homem. Não sei como, mas a briga entre os dois fez com que o homem tivesse pregos fincados nele em locais como olhos, regiões da cabeça... Mas ele continuava a brigar ... Logo esse homem acabou por matar a moça e, enquanto ele a matava eu tinha corrido para um quarto para me esconder. Desse quarto eu ouvia os gritos dela... quando ela parou de gritar, um medo grande se apoderou de mim. Pois estava esperando que o homem viesse atrás de mim... acabou que não veio é foi levado para um hospital para passar por cirurgia... Ocorreram outros detalhes dos quais não me recordo..

Sonhei que estava em um lugar desconhecido

Sonhei que estava em um lugar desconhecido , acordei em um quarto enorme e nua , me enrolei em um lençol e sai do quarto, parecia que eu estava em um hotel , a sensação que tive foi que eu estava fugindo mas não sei do que , consegui entrar no elevador e fugi , só que a mesma cena que eu relatei se repetiu , só que quando fugi dois homem estranhos parecendo robôs tentaram me impedir e quando consegui correr e entrar no elevador um deles apertou um botão e o elevador subiu e vôou por cima do teto e caiu em uma mata não sei o resto por que acordei .

Sonhei com um cachorro mordendo minhas mãos

Sonhei com um cachorro mordendo minhas mãos e n parava de morde eu tentava tira ele só qui ele n saia eu entrei em uma casa e consegui,eu corri quando eu corri apareceu várias árvores verdes e muitas cobras no chão cobras de todo tipo muitas mesmo eu conseguia correr em cima delas,elas não mim picav,eu fui perdendo as força e desmaiei foi quando eu acordei

Era noite e eu estava em lugar

Era noite e eu estava em lugar com muita gente, talvez um show. Nos trancamos em um banheiro. Dentro desse banheiro estava um cara, que chamarei de J, eu, e outras pessoas aleatórias. Fora do banheiro coisas estranhas aconteciam. É como se existissem vários zumbis, eles não tinham aparência monstruosa, eles tinham aparência das pessoas que estavam nesse show, elas apenas estavam agindo como zumbis. Havia uma discussão no banheiro pra saber quem iria sair, ir até um cômodo onde havia um cofre e pegar uma faca que estava lá dentro. A complicação disso era que se os zumbis vissem a pessoa se mexendo, eles atacariam. Quem saísse pra ir atrás da faca tinha que ficar brincando de estátua pra não ser pega pelos zumbis. J não queria sair. Por algum motivo, no meu sonho, eu inconscientemente sabia que o J tinha algo a ver com esses zumbis, não sei dizer se o sangue dele tinha o vírus que transformavam as pessoas em zumbis ou algo parecido. Alguém saiu do banheiro para missão mas foi atacado, e nós "acordamos". Sim, acordamos. Era como se todo mundo ali estivesse sonhando, uma grande sonho coletivo. Saindo pra rua percebemos que todas as outras pessoas tbm haviam acabado de sonhar, tinha muita gente confusa e com medo. Eu e o J nos desesperamos por que sabíamos que a noite todo esse evento iria se repetir. Então na mesma hora tomamos a decisão de comprar uma passagem de avião para sairmos do país e fugir dessa situação, aparentemente todo esse caos estava acontecendo apenas dentro desse país que estávamos, e no meu sonho parecia ser o Japão, embora não as pessoas no sonho não parecessem japonesas. Compramos, arrumamos nossas coisas, mas já estava quase anoitecendo. Corremos para pegar o avião a tempo, mas daí meu sonho corta para um cenário diferente. Eu e o J estávamos em uma estrada escura, rodeada de árvores, ainda com nossas mochilas nas costas, ouvimos um carro se aproximando e imediatamente nos escondemos entre as árvores. No carro estava alguns homens e um deles estava com arma, gritando dizendo que iria pegar o assassino, ele estava se referindo ao J (talvez por causa da ligação dele com os zumbis). O carro passou e nós voltamos pra estrada, mas minutos dps o carro estava voltando e nós fomos de novo para as árvores, mas os caras no carro perceberam o movimento e desconfiaram, nós começamos a correr freneticamente entre as árvores, os caras do carro seguindo a gente pela estrada. Daí surgiu uma voz grossa no meu sonho que dizia algo como "VAI", e eu acordei, bem assustada.

Encontro-me num lugar escuro. Não sinto medo,

Encontro-me num lugar escuro. Não sinto medo, dor, frio, nem calor. Não sei onde estou, não sei o que faço aqui. 10 metros a minha frente percebo meia dúzia de luzes brancas bailando no ar. Elas são pequenas uma delas pisca num ritmo quase a se apagar. De repente as luzes flutuam em minha direção. Aí meu Deus - o que que é isso?Coração acelera e o medo do desconhecido impulsiona-me a correr na direção contrária. Em meio a fulga, pergunto-me: o que são essas luzes? Porque estão me perseguindo? O que elas querem de mim? Ah, conceteza são alienígenas! Devo corre mais rápido para não ser capturado. Nessa angustiante busca por respostas, ouço uma voz de homem dizendo: As luzes querem algo seu. Pergunto, o que elas querem de mim? A resposta é dada por uma visão. Vejo minha camisa (estampa florida com pétalas azuis e vermelhas). Penso, "mas elas querem a camisa que mais gosto, sem contar que essa ganhei de presente do meu amor". Em meio a escuridão tiro a camisa do meu corpo e deixo-a para trás. Então, finalmente, avisto um barco encalhado que serviu-me de ponte para orla de uma cidade. Agora encontro-me na orla iluminada pelas luzes dos postes. Vejo, bancos de concretos, árvores. Também vejo pessoas, mas não atento ao rosto de nenhuma delas. Minha maior preocupação é saber se já não sou mais perseguido. Aliviado estou por não ver mais aquelas luzes, alienígenas, ou sei lá o que. Não demora muito para vir o susto. Nossa! Ainda estou vestido com a roupa que as luzes queriam de mim. Vejo que a roupa que deixei para trás foi uma camisa antiga (tonalidade rosada, com estampa florida e pétalas verdes). Essa camisa eu quase não uso. Receoso, tiro do meu corpo a camisa, cujo as luzes tanto almeijam. Peço para um garoto deixá-la pendurada próximo ao barco, afim das luzes encontrá-la.

SONHO – LUZES - NOITE Encontro-me num

SONHO – LUZES - NOITE Encontro-me num lugar escuro. Não sinto medo, dor, frio, nem calor. Não sei onde estou, não sei o que faço aqui. 10 metros a minha frente percebo meia dúzia de luzes brancas bailando no ar. Elas são pequenas uma delas pisca num ritmo quase a se apagar. INT. PERSEGUIÇÃO - NOITE De repente as luzes flutuam em minha direção. Aí meu Deus - o que que é isso?Coração acelera e o medo do desconhecido impulsiona-me a correr na direção contrária. Em meio a fulga, pergunto-me: o que são essas luzes? Porque estão me perseguindo? O que elas querem de mim? Ah, conceteza são alienígenas! Devo corre mais rápido para não ser capturado. INT. CONTATO DESCONHECIDO Nessa angustiante busca por respostas, ouço uma voz de homem dizendo: As luzes querem algo seu. Pergunto, o que elas querem de mim? A resposta é dada por uma visão. Vejo minha camisa (estampa florida com pétalas azuis e vermelhas). INT. CAMISA - NOITE Penso, "mas elas querem a camisa que mais gosto, sem contar que essa ganhei de presente do meu amor". Em meio a escuridão tiro a camisa do meu corpo e deixo-a para trás. Então, finalmente, avisto um barco encalhado que serviu-me de ponte para orla de uma cidade. INT. DO OUTRO LADO DA ESCURIDÃO Agora encontro-me na orla iluminada pelas luzes dos postes. Vejo, bancos de concretos, árvores. Também vejo pessoas, mas não atento ao rosto de nenhuma delas. Minha maior preocupação é saber se já não sou mais perseguido. Aliviado estou por não ver mais aquelas luzes, alienígenas, ou sei lá o que. INT. REVELAÇÕES - NOITE Não demora muito para vir o susto. Nossa! Ainda estou vestido com a roupa que as luzes queriam de mim. Vejo que a roupa que deixei para trás foi uma camisa antiga (tonalidade rosada, com estampa florida e pétalas verdes). Essa camisa eu quase não uso. Receoso, tiro do meu corpo a camisa, cujo as luzes tanto almeijam. Peço para um garoto deixá-la pendurada próximo ao barco, afim das luzes encontrá-la. FIM DO SONHO INT. QUARTO – NOITE Acordo sobressaltado, com medo e pensativo - só passado alguns instantes consigo abrir os olhos, levantar da cama, ligar a luz e perceber que estou na segurança do meu quarto.

Sonhei que estava em uma floresta com

Sonhei que estava em uma floresta com o que parecia ser minha família, mas não lembro do rosto de ninguém. Tinham três pessoas comigo, eu acho. Uma era criança. Tinha umas mesas, acho que estávamos fazendo um piquenique. Alguém pediu pra caminhar até um terceiro telhado pra fora da mata, eu disse que não queria, mas insistiram que era só até ali. Fomos em direção ao local, mas conforme nos aproximávamos eu ia sentindo um cheiro estranho, cheiro de morto. De repente, tropecei em algo e minha perna afundou, era um buraco no chão e dava pra ver um caixão no fundo. Não queria mais ir até o terceiro túmulo mas continuaram insistindo e fomos. Quase chegando lá, fomos impedidos pelo o que pareciam ser guardas, que ao nos ver ficaram apavorados. Disseram que não deveríamos estar ali, que precisávamos ir embora imediatamente, que não era seguro. Eles pareciam estar procurando por algo/ alguém. Fiquei muito assustada qndo percebi que o caminho de volta tinha mudado, não era o mesmo local, e no chão havia um rastro imenso de sangue. Tentei reunir todo mundo, mas duas pessoas se perderam. Só consegui pegar a criança, começamos a correr, mas tive que pegar ela no colo. Saindo dali, era como se minha casa fosse em frente ao lugar, mas não havia mais floresta, só o cemitério. Coloquei a menina pra dentro e tranquei tudo. A casa era pequena e não se parecia em nada com o meu apartamento, ou a casa da minha mãe. Tive mais uma sonharada depois disso, mas o resto eu não consigo me lembrar. Se alguém puder me ajudar a decifrar, fiquei bastante assustada!

No sonho eu puxava um fio por

No sonho eu puxava um fio por cima de uma serra alta onde eu tinha que levar o cabo de uma serra a outra mais tinha uma divisa funda entre as serras dizia que eu tinha que jogar o cabo de um lado pro outro. Em cima dessa serra quando eu ia caminhando eu via 4 cavalos dois do mesmo tamanho um maior e outro bem grande mesmo eles me viam e paravam de correr eu ia mais perto um pouco tentar assustar eles pra mim levar o cabo e eu via um altar cheio de coisas velas um santo no meio e um fundo todo vermelho e logo depois eu jogava 4 pedras nesses cavalos pensando q eu ia assustar eles maia eles nem se mechiam do lugar. Depois eu saia de perto deles tentando voltar pra onde tava o carro da empresa ai chegava uma mulher e tinha um monte de terra e ela me perguntava se eu nao tinha nexido em nada de la e eu disse q nao, ela me devolvia uma joia dizendo pra mim de devolver nao sei pra quem q so por causa daquela joia ela conseguiu chegar ali se nao fosse a joia nao sei quem nao tinha deixado ela viva e q era muito difícil ela ser a oitava filha entre 7 irmãs q ela deu a entender q tinha