Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém e eu não

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Fugir

Fugir

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Cara foi bem esquisito Eu tava na

Cara foi bem esquisito Eu tava na casa dela (Bruna um amor separado de mim, ela tentou terminar o casamento pra ficar comigo mas foi ameaçada, desde então não consigo mais contato com ela) só q eu sentia a presença do marido dela mas eu não via ele. E eu tava indo trancar com um gay, não sei o pq. Só que ela tava no quarto e eu falava pra esse gay que não ia conseguir, aí ele ficava com raiva de mim. Eu falava que quem fazia isso era outra pessoa e olhava pra ela (me referindo ao marido dela). Ela falava que podia sair do quarto e eu falava que não era preciso. Aí ela dizia pra mim que queria muito usar um tamanco vermelho Só que a gente só achava um pé e aí íamos procurar o outro, era muito bonito esse tamanco. Estávamos procurando na frente de uma porta aberta que eu não sei pra onde dava, ela sentada no chão aí vinha uma barata grande voando em direção ao rosto dela, mas no meio tinha uma teia de aranha e ela ficava grudada, ela se debatia pra sair, mas não pq ela queria sair e sim pq ela queria ir na cara dela. Eu peguei o tamanco e matei, aí olhei pra porta e falei cara tá cheio de barata vindo dali que nojo e ela ficava rindo só que de nervoso e todas elas iam em direção a Bruna, eu ficava apavorada tentando tirar ela dali e ela não saia e ficava rindo nervosa. Aí acordei atordoada com esse sonho horrível.

Começou cmg, três colegas e uma moça

Começou cmg, três colegas e uma moça mais velha que eu não conheço(mas, no sonho estávamos bem próximas). Nós estávamos correndo, pois iria começar a chover, umas das minhas colegas entraram num mato que tinha aqui em frente minha casa(hoje em dia não tem mais) aí chamamos ela porque já iria cair uma chuva. Colega do mato:-caramba mataram uma cobra aqui. (Ps: sonhei com cobras nas últimas semanas) Logo após ela saiu do mato, veio alguns lobos atrás dela e correu atrás da gente, querendo nos atacar, aí eu consegui fugir para pedir ajuda em uma igreja ao lado. Primeiro a moça da igreja me olhou de um jeito estranho, como se tivesse algo de errado cmg e já estava fechando a porta na minha cara, logo após ela desistiu disso e foi me ajudar. Foi quando eu vi que já estava tudo calmo. Alguém teria matado um dos lobos o que parecia dar o controle sobre os outros lobos e a mãe de uma das meninas está nessa parte e está com sangue o que faz parecer ter sido ela quem matou o lobo, a moça da igreja tinha sido atacada e morreu. A gente obtia o controle quando estávamos com uma toalha coberta de sangue do lobo morto(nossos olhos ficavam igual dos lobos quando tínhamos o controle deles). Ai um primo meu estava saindo com o lobo d esqueceu a toalha, eu fiquei ligando desesperada para ele, ele voltou, pegou a toalha e eu acordei mega intrigada com esse sonho ou pesadelo.

Eu acordava como de costume minha mãe

Eu acordava como de costume minha mãe não me mandava levantar eu voltei a dormir e acordei com a casa cheia da familia e eu não sabia porque um almoço de família e minha mãe mandava eu ir dormir como se ela estivesse me escondido e me afastando do convívio familiar

Sonhei que estava em uma casa (estranha)

Sonhei que estava em uma casa (estranha) na realidade eu não conheço a casa, mas no sonho parecia conhecer, lá tinha algumas pessoas conhecidas já outras não, estava a procura de minha filha desesperada, pois não achava ela, então perguntei para as pessoas da casa me disseram que tinha um buraco na parede da casa, e que ela entrou lá. E acordei com um sentimento tão ruim, pânico e medo. Onte minha filha sonhou com um buraco e esse buraco ficava na casa da avó dela, por parte de pai e no buraco tinha algo preto acredito que um vulto. Então quando ela contou tava tão assustada e pediu pra orar a Deus

Sonhei em que eu estava em um

Sonhei em que eu estava em um local,(em uma sala) nessa sala tinha uma maca, e estava eu, minha irmã e uma moça. E eu comecei a comentar, que eu estava vendo vultos, e que eu não estava conseguindo dormir, e aquilo estava me atrapalhando muito. Do nada, essa mulher começou a me rezar, com folhas, e eu comecei a cuspir. Nisso eu falava "eu não coloco nada pra fora" aí ela dizia "tem sangue ai" quando eu olhava para o chão tinha sangue, mas não era MUITO. Depois ela saiu da sala e disse que iria me trazer um "contregum" (n sei se é assim que se fala) Aí ela mandava por outra pessoa, uma caixa cheia de contregum , pra que eu amarrasse no braço.

Sonhei em que eu estava em um

Sonhei em que eu estava em um local,(em uma sala) nessa sala tinha uma maca, e estava eu, minha irmã e uma moça. E eu comecei a comentar, que eu estava vendo vultos, e que eu não estava conseguindo dormir, e aquilo estava me atrapalhando muito. Do nada, essa mulher começou a me rezar, com folhas, e eu comecei a cuspir. Nisso eu falava "eu não coloco nada pra fora" aí ela dizia "tem sangue ai" quando eu olhava para o chão tinha sangue, mas não era MUITO. Depois ela saiu da sala e disse que iria me trazer um "controgum" (n sei se é assim que se fala) Aí ela mandava por outra pessoa, uma caixa cheia de controgum, pra que eu amarrasse no braço.

Estávamos em um local que eu nunca

Estávamos em um local que eu nunca vi, havia uma festa, tipo festa que tem parque... daí era hora de vir embora e eu não tinha com quem vir... Daí eu te encontrava E você falava que eu podia vir com você Depois saía nem txu pro Brasil, e como tinha muita gente eu não te achava mais E ficava desesperada sem saber como voltar pra casa

Sonhei que vi meu marido matando outro

Sonhei que vi meu marido matando outro homem a facadas,ele sabia que eu estava olhando mas fingiu não ter visto e eu não falei nada. E a partir daquele momento não falei mais nada com ninguém eu fingia ser muda surda e ouvia TD que falavam de mim na maioria das vezes falavam mal.

Eu sonhei que eu estava em um

Eu sonhei que eu estava em um lugar que dava para ver o mar, mas não era praia, parecia uma marina. Estava começando a anoitecer e eu olhava para o céu e via a lua cheia,de repente aparecia uma palavra escrita em japonês e eu não sabia o que estava escrito, sabe aqueles símbolos ... aí eu olhava e tinha um helicóptero bem pertinho da lua e deduzia que a imagem na lua tinha sido refletido do helicóptero Nesse lugar tinha uma senhora bem bonitinha e cheia de bolsas que me dizia que não estava com a memória boa e me pedia que eu ajudasse ela , para ela não esquecer a bolsa

Eu e sofia iamos para a aula

Eu e sofia iamos para a aula ela estava a ver o telemovel e eu tinha um papel na nao (tavez um horario) chego ah porta e abro, ao abrir nao vejo ninguem somente uma estrada de areia ( tipo quando chove muito e passa bastantes carro pelo mxm sitio e fica buracos, e ao fim de bastante tempo a terra seca,  o charao era tipo isso) e mesas e cadeiras varias das cadeiras estavao no chão  e muitas delas estavam partidas e as mesas eram muito velhas e a alguma faltava os pés  e estava a ser subestituido por paus ou tubos, a parede da "sala" era um plastico castanho como se fosse fita cola e tinha muito buracos. Eu voltei a fechar a porta e disse a sofia, devemonos ter enganado na sala nao tem aqui ninguem..... e ela respendeu.me tem sim. E abrio a porta, assim que ela abrio a porta eu vejo uma sala muito grande e estença e tuda bonita a arranjada o chao era de azulejo e as paredes era super pintadas e decuradas, as mesas e as cadeiras estavam novas em folha, e quando olho para a secretaria do professor estava la uma professora minha do 7 ao 9 ano (que eu gostsva muito dela e ela tb gostava muito de mim). Eu e asofia vamos ate a unica mesa vazia e ah nossa frente estava sentada a diana e a a eduarda estavam a falar as duas e a sofia sentasse e nao lhe diz nada eu sentei.me e disselhes bom dia meninas, a eduarda volta a cara para mim e faz uma cara de desdem, com se nao me conhece e logo a seguir a isso a sofia volta.se para mim e diz pq q disseste isso nos nao as conhecemos de lado nenhum. E logo de seguida a professora diz sofia e debora podem ir entregar isto ah ala c, e eu e a sofia levantamos e logo em segunda a eduarda e a diana vam a tras, ( fiquei com a ideia de que elas eram do tipo unha e carne que por exemplo a diana queria ir ah casa de banho e aeduarda ea atras , a esuarda queria ir ao bar e a diana ea a tras) em frente a secretaria estava eu a duda a diana e a sofia,  e assim que cheiguei a secretaria sentia nessecidade de olhar para tras e quando olho eu voltei a ver aquela sala em pessemo estado mas desta vez tinha pessoas pessoas vestidas com platicos e super magras, em sima da mesas estavm agumal garrafaz e a agua nelas era suja viasse pedras e era castanha, e ao fundo da sala havia uma porta na parede de platico e viasse a sobra de alguem a se despir ou vestir, nao sei, volteia a olha em para a secretária e olhei de novo para o fundo da sala estava tudo normal, tudo bonito, e ai a professora ja tinha dado os papei ah sofia e ah diana, e eu voltei.me para a professora e disse mas e eu levo o que? A professora chamoume a mim a ah sofia,  e ninguim me deu resposta e eu repeti a frase mas mais alto e ai senti que aquela pessoa ja ali estava desde que entrei e a chama.se beatriz e eu conheço mas nunca a tinha visto assim ela estava vestida de preto e com roupa junta e com um coque e na mao ela tinha uma paleta de madeira para por as folhas ela olha para mim e diz nao ela nao te chamou, a diana olha para mim e faz uma cara estranha do tipo como se alguem me fosse charmar, e ai a sofia faz uma de espanto e supresa.... depois lembrome de me dirigir a ate a minha mesa. Depois lembro.me de estar numa especi de poliba de padra no chao mas maior do que o normal, e eu estava la a andar de patins de um lado para o outro ( eu nao sei andar de patins nem nunca soube) e veijo a professora a vir na minha direçao ela estav com uma cara muito triste, depois so me lembro de eu a prfissora a sofia a diana e a eduarda e mais um gajo que eu nao fazia ideia de que era, e entramos na porta ao fundo da sala, ( que esta ao lado do poliba pnde eu estava a patinar) e o rapaz entrou e sentou se numa cama e aparece uma rapriga de toalha ( contando que estavamos nao atras do platico que eu vi no fundo da sala calculo que a raparia que a fazer o movimeto de tirar a roupa creio que fasse ela) e ela abraçame e do nada o rapaz que esta sentado na cama começa e escorrer sanguem por todo o lado e a professora sai pela porta e volta logo a segir com uma moto serra e começa agritar temos de o matar temos de o matar, e a sofia a diana e aeudarda afastam. Se e começao agritar e do nada apareceu uma criança agarrada a mim ( ela deveria de ter mais oumenos 5/6 anos de idade, eu vis o rosto dela tenho a nossao dr que a conheço mas nao sei de onde) e rapariga do tolha so me da um beijo e diz saim tods daqui furam ela garra na minha cara e diz nunca deixes a menina, e do nada a ela so se mete a frente a motoserra e  fica toda estraçalhada e saimos tods pela porta e eu so vejo a professora a voltar a serra para si a e ver ela a se cortar a ela propria ao meio e o de ouvir o seu grito estridente!. Nos aimos pela sala e a sala estava destruida e tudo caido e velho, saimos pela porta e subia uma escado tipo as escadas de emergência,  e a miuda anda um bucadinho e olhava apara tras olhava para mim, e de nada so começo a ver tu perfeito a mesma e parecia que estamos num grande auditorio e nos estavamos ca em sima e elas estavam muito bem vestidas, todas as pessoas estavm muito bem vestidas e la embaixo estava a tal beatriz ( aque gritou comigo na sala) e um homem ( ns mas se la aprecia tipo um diretor da escola), e sei que vimos um baco vasio e ns porq fomos ate de gatinhas e por baixo dos bancos, chegasmos ao baco eu sentei.me e notei que estava um rapz ao meu lado, mas eu sentia que o roconheia mas nao sabia que era, e a miuda sentou.se logo ao meu cola e abraçou.se a mim, e ao lado do rapaz estava a eduarda e sofia e adiana, e estavam a falar com o rapaz e depois o rapaz voltase para mi. E diz debora tem calma, sei que presisas de contar isso a alguem mas tem calma pode falar comigo sempre fomos amigos mas esta tudo bem. E depoisso me lembro e olha para tras e vez o diogo a chegar, ele parecia a unica pessoa normal ali, ele estava com a sua lancheira e com a sua mochila preta, e eu so saio e vou a corrwr ter com ele e dolhe um abraço e disgo precis de te contar uma coisa, e ficavva a repetir isso varias vez e do nada so se começa a juntar montes de pessoas e a sofia e a diana e aeduarda estao a segurar as pessoas e a diana diz debora diogo venhao venhao falar a aqui venhao venhao e depous a sofia grita e diz matias vem ca vem rapido! E o rapaz que estava ao meu lado levanta.se e vem ajudarnos,( mas a sena era estava a decorrer a palestra e tudo normal e bem vestido e no lado onde nos estavamos estavam todas as pessoas mal vestidas menos o diogo eu a diana a eduarda a sofia e o matias, e a criança....) nos fomos e estavam a nos empurrar e a muida ainda nao me tinha largado, e eu ia para entrar mais o diogo e tudos queriam entrar e ai eu disse eu preciso de falar com ele sozinhos, e ai  eu fechei a porta e a ultima coisa que me lembro é de ver a miuda a a sentar-se com as costa na porta de pernas crosadas e de braços crusados.