Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém menina

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Eu estava indo para casa de uma

Eu estava indo para casa de uma conhecida, no sonho ela mexia com esses negócio de umbanda e etc e ela olhou para mim e falou que tinha uma legião de demônios encostados em mim na hora eu me desesperei e falei que queria tirar a todo custo ninguém sabia como tirar do nada no sonho apareceu um pai de santo todo de vermelho e ele se ofereceu para tirar ele começou a desenhar um pentagrama com três desenho tinha uma parte do desenho tinha umas mancha preta com olhos no outro tem uma menina chorando e no outro tinha uma menina desmaiada tentamos a primeira opção que era com as manchas preta tenta usar segunda que era menina chorando nem um deles eu tive sucesso no sonho uma menina chorando eu comecei a escutar vozes escutei pessoa chorando crianças gritando e várias outras coisas na terceira opção que era eu desmaiada eles me puseram no braço e puseram a mão sobre a minha cabeça e eu comecei eu desmaiei na hora no sonho e eu escutei a voz de Deus falando para mim que tava sempre comigo que não era para mim desistir e falou outras coisas também que eu não lembro me acordei e no sonho parecia que eu estava de boa que tava tudo bem

[5/5 12:32] Eduardo Freitas: Sonhei que frequentava

[5/5 12:32] Eduardo Freitas: Sonhei que frequentava um lugar muito doido [5/5 12:33] Eduardo Freitas: Tipo um terreiro ou algo parecido onde se realizavam rituais [5/5 12:33] Eduardo Freitas: Mas n vi nada de sangue [5/5 12:33] Eduardo Freitas: As pessoas só andavam estranho [5/5 12:33] Eduardo Freitas: A cara delas, não piscava, parecíam hipnotizadas ou algo do tipo [5/5 12:34] Eduardo Freitas: Algumas pessoas andavam fazendo uma careta feia [5/5 12:34] Eduardo Freitas: Eu sonhei que fui umas 3 noites nesse lugar [5/5 12:34] Eduardo Freitas: Aí eu sempre saia mais cedo do lugar, antes do culto terminar [5/5 12:34] Eduardo Freitas: E na saída tinha uma senhora [5/5 12:35] Eduardo Freitas: Onde toda vez que as pessoas passavam por ela saindo mais cedo antes do culto terminar, ela cochichava "Quem sai mais cedo, mais tarde perde a cabeça" algo assim [5/5 12:36] Eduardo Freitas: E eu lembro que ignorava, achava ela doida [5/5 12:37] Eduardo Freitas: Lembro no sonho que sai desse lugar uma madrugada mais cedo novamente, e sempre tinha uma menina jovem que saia também uns minutos antes [5/5 12:38] Eduardo Freitas: Chegou notícias que essa menina tinha sumido minutos após sair do local de madrugada [5/5 12:38] Eduardo Freitas: Ela não chegou em casa [5/5 12:38] Eduardo Freitas: E eu tava voltando pra casa de madrugada e vi 2 pessoas encapuzadas me seguindo na rodovia escura também [5/5 12:39] Eduardo Freitas: Eu acho que eu dirigia no sonho, sei lá [5/5 12:39] Eduardo Freitas: Mas os caras sumiram um tempo depois [5/5 12:40] Eduardo Freitas: Novamente na outra madrugada eu saí mais cedo do local, e nessa madrugada quando cheguei lá chegou a notícia de um outro cara que desapareceu no caminho pra casa [5/5 12:41] Eduardo Freitas: E novamente eu voltando pra casa de madrugada, os encapuzados voltaram a me seguir. Nessa hora lembro que o carro ou eu parei no acostamento e sai pra fora com alguma coisa na mão [5/5 12:43] Eduardo Freitas: Mas eu fui pego e fui levado pra um lugar, uma mata fechada dentro da rodovia, onde o cara sumido estava lá. Estavam fazendo tipo uma tortura psicológica nele pra ele se matar, os caras amarraram ele com os dois braços pra cima e estavam ameaçando esmagar os dedos dele com um carro passando por cima [5/5 12:44] Eduardo Freitas: Eu lembro que na hora no sonho eu olhei pro lado e falei "Eu não vou ver isso, estou indo embora" e alguém me falou alguma coisa que era tipo "Os sinais estão aí, você não está vendo" era algo assim [5/5 12:45] Eduardo Freitas: Lembro que quando cheguei em casa de madrugada imediatamente tranquei as portas e prometi que ia andar com uma faca no porta luvas. Mas acordei nesse momento

Eu estava andando por um lugar escuro,

Eu estava andando por um lugar escuro, segurando a mão de uma mulher, pois eu estava com medo. tinha um menina na minha frente e caminhavamos juntos em direcao essa porta. tinha um menino que vinha atrás da gente, mas desviou o caminho para escrever em uma folha algo, enquanto continuamos caminhando em direcao a porta, do lado da porta tinha escito: nao de atencao a ninguem. e o menino cheggava e tentava me dizer o que tinha acontecido com ele

Estava estudando na escola quando olhei para

Estava estudando na escola quando olhei para frete tinha um objeto dentro de uma caixa de vidro ao lado dela estava 2 jovem que tiveram uma pequena discussão então o objeto se contorce todo e a jovem olhando para ele diz boa ideia abraço ela sai correndo e abraça a outra menina fazendo as passes e nisso olhei para o lado quando ouvi uma voz dizia não foi isso que falei era para matar ela então olhei para ver quem tinha falado e o objeto e a caixa tinham desaparecido e no lugar estava parado uma jovem com baixa estatura loira dos olhos azuis então ela veio e sentou do meu lado e comecei a tentar conversar com ela porem ela era meio quieta apenas desenhava e escrevia umas coisas estranhas então ouve um curto e as luzes meio que se apagaram e nisso a menina saiu correndo então levantei e fui para o lado de uma das salas no corredor e quando cheguei na porta falei que iria encontra a Rafaela que era muito minha amiga então minha amiga chega junto com outros alunos então ela chega e sentamos no banco conversando e ai a menina loira volta a parecer e fica falando baixinho algumas coisas e desenhado e escrevendo quando pedimos pra ver ela meio que fica nervosa então minha amiga pega e olhamos esta tudo estranho as escritas borradas com cola e algo vermelho além de esta escrito encima de uma impressão já existente então começamos a questionar ela sobre oque estava escrito e ela tenta atacar minha amiga nesse momento seguro ela e ela começa a se debater e gritar nesse momento vemos que ela tem dentes faltando na boca e alguns muito podre então uma enfermeira olha e diz que aquilo era boca que uma mulher de trinta anos ou mais não de uma garotinha de 17 anos foi ai que a jovem loira começa a quere nos agredir e dizer que matéria todos então começamos a agredir ela e em um momento ela abaixada tento chutar ela porem a loira consegue sair e desaparece

Sonhei que via meu ex muito feliz

Sonhei que via meu ex muito feliz com um bebê no colo era uma menina, só que eu não entendia de quem era aquele bebê . Nesse dia eu tinha ido na casa dele buscar minha filha de 3 anos só que ele não deixava eu chegar perto dela

Um senhor correndo atrás de mim, quando

Um senhor correndo atrás de mim, quando eu pego uma faca de serra no chão de terra e esfaqueio nas costas, quando olho para trás a menina que estava comigo havia ido embora e me deixado sozinha

Sonhei que estava tendo um dia normal

Sonhei que estava tendo um dia normal como qualquer outro só com uma sensação de olhar para os lados e ver alguém me observando, logo em seguinda vi vários clones de uma mesma menina onde 2 deles falavam comigo de uma forma bem estranha olhando no fundo dos meus olhos e termina o sonho comigo subindo a rampa da escola com uma sensação estranha de algo ruim vai acontecer

Eu estava em uma sala de aula,

Eu estava em uma sala de aula, onde tinha um casal e um homem. Eu abaixa minhas calças para trocar o absorvente na sala e esse homem se aproximava de mim e tentava me estuprar. A cena muda, então, para um parque à noite, com árvores e grama verde, o estuprador segurava meu braço e me levava para um lugar só que aparecia meu amigo e me salvava desse homem. Então, a gente continua andando pela calçada nesse local, e eu me apoiava nele, entrelaçava meu braço no dele só que aparecia uma menina de uns 10 anos e quando meu amigo avistava ela ele tirava o braço dele de mim e no sonho eu entendia o porquê dele fazer aquilo

Sonhei com uma menina que sempre beijo,

Sonhei com uma menina que sempre beijo, nós estavamos em um bar mais antigo e estava eu, a mãe, a irmã dela e ela. Estavamos bebendo, todos beberam muito enquanto essa menina alimentava uma espécie de grilho gigante. Fomos pro bar e encontramos amigos meus antigos e comecei a dividir a atenção entre ela e meus amigos, ela não estava gostando e acabou se distanciando de mim, meus amigos me levaram para outro lugar e ela ficou séria comigo, nesse outro lugar ela passava e eu sentia que tinha perdido algo, que fez muita falta. Estava com meus amigos e a cidade inteira começou a alagar, acordei no meio do mar e fui nadando e encontrei a menina numa mesa de sinuca no meio do mar e senti muito alívio, subi na mesa e ela estava chorando e começamos a conversar e o sonho acabou

Eu estava em uma roda cum duas

Eu estava em uma roda cum duas meninas indigenas e seus pais, eles estavam colocando fumo, mas era em pó em um cachimbo diferente e explicando o porquê de fazer aquilo, a importância. A casula ficou no meu colo, varias posições e momentos diferentes. Do nada os pais das crianças viraram outras pessoas que eu conheço na vida real. A gente conversava, outra moça que não sei quem era também conversava conosco sobre muitas coisas da vida. Eu sentia nesse sonho, que ele queria minha ajuda pra realizar trabalhos espirituais junto com outra parente indigena e eu até pensava em estudar e ajudar. Tudo isso pensava e sentia levantando e pegando o celular dos dois que estavam conversando comigo.  Quando entrei o celular para eles, entreguei primeiro pra a mulher e depois para o cara. Ela estava em minha direita e o cara a minha esquerda. Quando entreguei pra ele, senti algo muito estranho e diferente, eu sabia que ele tinha conseguido ver algo sobre mim e fiquei com medo mas fngi nao ter medo. Ele nao piscava nem tirava o olho de mim, ate que começou a falar "quando me falaram que meus antepassados cairam na terra, nao é sobre eles terem estado na terra, e sim que eles cairam para o plano abaixo" ele seguiu pensando e do nada estava em outro canto da varanda da minha casa, com a mulher ao lado dele e eu parada contra a parede querendo saber mais. Ele com semblante triste viu que uma alma com apenas duas vindas a terra tinha ja ido com a alma la pra baixo.... e que nunca tinha visto isso. Eu perguntei se era eu, e percebi que sim, mas antes me desesperei. Falei que nao queria ser uma má pessoa, mas eu falei tentando chorar e ele disse que era choro de mentira e a mulher concordou e bateu nas minhas costas tentando me confortar, falando estar tudo bem. No sonho eu sabia que era choro forçado mesmo. Antes disso tudo acontecer, sonhei com monstros estranhos que pareciam de desenho e nao reais atras de mim, lambendo meu pé comigo sentada no sofa da sala da tia dira e minha mae sentada do meu lado. Eu lembro que a gente ia sair pra trocar a tela do iphone da minha irmã e eu ia conversar com minha mae sobre isso e ela ficava nervosa falando e quase chorava. Mas eu nao lembro o que ela falava. Meu primo rodrigo, via um rato, e eu subi no sofa enquanto ele com a vassoura tentava tirar o rato de perto casa, mas o rato veio pra perto de mim, tentando pegar minha perna em cima do sofa.  Nessa eu tentei pegar ele, com a mao mesmo nas patas, todos falavam que eu estava errada em fazer aquilo mas fiz. Do nada o rato virou um pprco e eu tentava jogar ele pra onde estava meu primo com a vassoura mas era como se o porco percebesse isso, se segurasse e mim e me olhace com cara de "nao conseguiu" querendo dar um leve sorriso e eu continuava tentando. Ate que consegui, mas fiquei tida com furos das tentativas dele de me morder, das varias vezes que ele caia perto de mim, eu ia pegar ele de novo e ele me mordia tambem. Eu perguntei pra minha mae se eu ficaria com febre suina e se todos que tem morre e se todos que sao mordidos por porcos ficam com isso. Minha mae disse que fica, mas nao falou se morre. Eu lavava com sabão, tentando limpar na pia de um lugar que parecia a parte de fora da zona dos alunos da minha faculdade.