Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém o que

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Sonhei que estava em uma rua desconhecida,

Sonhei que estava em uma rua desconhecida, a rua era ampla. Eu estava com alguns familiares,os do meu convívio. Mas me recordo apenas do meu primo e da filha dele. Eu estava segurando ela pela mão. E passva alguns homens de moto, e uma das motos tinha dois homens, o garupa era um senhor que segurava um grande botijão de gás. Eles passavam pela gente e pareciam estar perdendo o controle, eles faziam o retorno pra passar pela gente que estavmos parados na rua tentando atravessar, eu sentia medo, medo dele acertar o botijão em algum de nós. Logo em seguida, um acidente acontecia. Do meu lado esquerdo... um motoqueiro foi esmagada por um ônibus. Fui olhar, ele ainda estava vivo. Mas com os órgãos todos para fora. Ele estava de calça jeans e camiseta listrada. Parecia ser azul bebe com laranja da marca lacoste. Cabelo tinha luzes... eu colocava a mão na cabeça dele e dizia: "DEUS te abençoe" e sentia medo dele... minha prima, ainda adolescente estava com o meu pai, e ela pediu pra ver. Eu não queria deixar, mas ela insistiu. Deixei ela ver... quando ela viu, ela deu um grito e fez sinal de ânsia. Eu pra distrair ela, mostrei meu celular pra ela e pedi pra ver as horas pra mim... ela dizia: "nove e trinta e três"...

Já é a terceira vez que sonho

Já é a terceira vez que sonho que estou traindo meu namorado, as pessoas com quem eu o trai foram pessoas que já tive uma "relação".

É a terceira vez em intervalos distantes

É a terceira vez em intervalos distantes que eu sonho o seguinte: Estou em um ônibus e tudo parece ser anos atrás então passo eu frente uma casa que fica tremendo (pra lá e pra cá rápida) e eu falo que é uma casa de macumba, logo a frente vejo outra casa de macumba

Sonhei que um pai de santo ia

Sonhei que um pai de santo ia me da um banho e dizia que esse banho ia me curar, mas antes de começar a tomar esse banho uma mulher me interrompia e insistia muito que eu aceitasse uma vaga de emprego

Sonhei que eu encontrava o corpo de

Sonhei que eu encontrava o corpo de um homem que tinha os cabelos um pouco grande e se não me engano tinha barba também era um homem aparentemente descuidado, o lugar parecia o quintal da minha casa, eu pegava ele nos braços sentada no chão e ficava apavorava, sem saber oque fazer. Não sei dizer se no sonho ele estava morto ou não ou se estava só desacordado ele tava um pouco machucado na barriga. Ai a única solução que eu encontro é ajeitar e cuidar do corpo dele da melhor forma possível e colocar num cômodo que parecia ser um banheiro no fundo do meu quintal, ate que fossem buscar ele. Ai depois não sei se no mesmo dia eu me vejo sentada com a minha mãe numa mesa e a gente conversando sobre um tio meu mt querido que também é meu padrinho, que ele tinha sido atropelado, e nao estava nada bem. Falando que eu tinha cuidado do corpo dele e que estavam só esperando socorrer ele para tentar reverter a situação. Dando a entender que aquele corpo que eu tinha achado e não conhecia era dele, mesmo a aparência não sendo nada haver com a dele era ele. E tinham tipo a esperança dele “ressuscitar” mesmo ele aparentemente ja estando morto.

Sonhei que eu entrava em um ambiente

Sonhei que eu entrava em um ambiente onde estava tendo uma defumação, e eu estava esperando a minha vez para ser atendida pelo pai de santo, ao sair daquele lugar estava na cozinha da casa da minha avó, cozinhando uma sopa onde apareceu uma mulher que eu identificava como Iemanjá dizendo que eu estava fazendo uma oferenda para Ogum, em seguida de dentro da panela saiu uma cobra que era preta e quando ela subia para parede era um amarelo mas tinha a cara quadrada com dois olhos em cima e dois olhos embaixo e ria para mim, e a mulher que era Iemanjá dizia que eu tinha a espada de Ogum aí eu acordei.

Estava num local onde se realizava, aparentemente,

Estava num local onde se realizava, aparentemente, uma reunião de trabalho, O mentor da reunião era o chefe da empresa onde eu trabalhava. De repente ele jogou sobre mim e os participantes algo que pareciam notas de dinheiro amassadinhas e eu fiquei constrangida de recolher (sempre tive uma certa dificuldade para lidar com dinheiro) mas depois peguei algumas daquelas trouxinhas e vi que eram bombons. Abri um deles e o "chefe" falou para lermos o que estava escrito na embalagem. Limpei o chocolate que estava grudado e li a palavra que estava lá. Não me lembro bem mas parecia ser: securidade. Falei em voz alta e ele respondeu; Vamos direto ao assunto mais importante. Isso significa: Você é LUZ numa quinta dimensão! Após isso acordei. Esse sonho aconteceu há mais de 30 anos e ficou completamente gravado em minha memória. Jamais o esqueci!

Sonhei que estava em um quarto com

Sonhei que estava em um quarto com a minha esposa, e vi outra mulher abrindo a porta, eu estava nu, ela me viu, eu gostei. depois fui tomar banho e me lavei com desinfetante que começou a comer minha pele. chamei o bombeiro para me levar ao hospital, mas eles estavam demorando demais. xinguei um desconhecido que estava perto da minha mulher.

Sonhei que meu neto de 2 meses

Sonhei que meu neto de 2 meses ia dormir no carrinho ao lado da cama e quando eu acordava meu neto não estava mais no carrinho e o estava como se alguém desarmou. Quando olhei ele está na colchão que eu e minha filha estaca.. no entanto tinha um monte de formiga ao redor dele...em cima do cobertor dele tbm...mas não tinha nenhuma formiga em cima dele...elas ficam ao redor dele mas não ia pra cima dele. Daí eu fiquei dizendo. " OUSH COMO FOI QUE ALGUEM ENTROU COLOCOU ELE NO COLCHÃO DESARMOU O CARRINHO E NINGUÉM E O MAIS ESTRANHO É QUE ESTA TUDO FECHADO.

Pesadelo com rato Sonhei que vinha no

Pesadelo com rato Sonhei que vinha no quarto e tinha um rato enorme na cama e o quarto cheirava muito a lixo. Como se o rato estivesse morando a muito tempo aqui. O Erick estava no banho e eu gritava por ele. Mas quem apareceu primeiro foi meu pai. Ele pegou o rato e eu dizia pra ele matar mas ele não queria porque o rato não era mais um rato. Tinha virado um outro bicho maior e que não era feio ou fedido. E esse bicho pedia pra não matar ele. Mas mesmo assim eu insisti e meu pai enforcou o bicho. A última cena eu vi o bicho já na rua no latão de lixo.