Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém pernas

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Fugir

Fugir

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Eu estava fugindo pra algum lugar fui

Eu estava fugindo pra algum lugar fui raptada por guardas o chefe conversou comigo falou que eu precisava ser purificada e ele era sempre "gentil" em gestos aleatórios e falas me colocaram em um espaço escuro,n tinha como fugir tinha um moço preso lá fiz amizade com ele ele me mandou fugir havia 5 anos que ele estava ali cheio de cicatrizes me contou oq era me pediu pra fugir não errar no que ele errou "te colocam em uma cama de capim com uma camada de esterco em baixo vc tem que furar a palha e ir pra camada de esterco no meio da sessão quando te deixarem pra morrer dps disso role até a porta do grande galinheiro e fuja pelo canto não pare confira se há alguém te observando " anotei td mentalmente me buscaram havia uma moça antes de me levarem ela cvs comigo e pgt meu nome dps disso me entregou as roupas que eu tinha que colocar antes de ir pra sessão de tortura contei a ela quem eu era e que não entendia pq tava ali ela colocou a mão sobre a minha e disse "se tivéssemos nos conhecido antes ana, estaríamos juntas, seria tudo diferente, mas vc n veio antes, então agr tem que ir" a mão dela não era como a nossa era como mão de mumia grossa, fria, enrugada ela não estava viva e se estava ali eu n sei como me levaram pra cama de palha e vieram com um balde e lava dentro quando foram despejar eu me desviei e a palha derreteu o chefe veio e gritou pela primeira vez que seu me desviasse ele ficaria ali em baixo e faria a sessão ele mesmo pra garantir que eu ficaria pegou um marcador de ferro e marcou minha pele não sei qual desenho era uma marca no meu ventre e outra no meu pulso eu gritei me deitaram de novo e vieram com outro balde não me desviei dessa vez minha pele queimou e derreteu eu gritei mais escutei minha própria pele fritar desmaiei acordei com dois homens espalhando meu próprio sangue pelas minhas pernas perguntei se haviam acabado me falaram que ainda se faltavam horas perguntei "horas" um respondeu "horas e horas e horas e horas..." fechei o olho novamente acordei e já havia acabado me deixaram lá imóvel com pele derretida, sangue, marcas de ferro quente, roxos e meu próprio sangue espalhado por mim(feito por maos) consegui ir pra camada de esterco e rolar até a porta do galinheiro fui até a metade do caminho e acordei

Basicamente que eu fui pra um lugar

Basicamente que eu fui pra um lugar onde n tive bons momentos, só q o lugar estava completamente escuro escuro mesmo e eu precisava passar por um lugar, mas eu precisava de luz, pq o lugar é bem ruinzinho de passar Ai liguei a lanterna do celular e tinha um poste no meio de nada e um interruptor, eu liguei la e acendeu todas as luzes as casas tinha enfeite de natal e tudo Assim que liguei a luz apareceu um cara falando que eu ia me arrepender daquilo que ligar a luz naquele lugar é proibido e eu fiquei tipo "ah dane-se, é só luz, que mal tem?" ai aproveitando a luz fui passei no lugarzinho e cheguei até onde eu tinha que ir ai cheguei na casa e a minha avó tava la e ela disse "quem ligou a luz?" ai eu falei "foi eu, eu precisava descer" ai ela "é mas coisas ruins acontecem aqui quando liga a luz" lembro q bateu um desespero do carai Ai chegou um cara, todo grandao com um chapéu e facão e perguntou de novo se foi eu q acendi a luz ai eu disse q sim ele disse q eu nao deveria ter feito aquilo e que coisas ruins aconteceram Foram três coisas Um carro cheio bateu 2 crianças desapareceram e uma pessoa mt querida pela cidade perdeu os braços e as pernas Ai lembro que chorei ora caramba e falando que n fiz por mal e que acender a luz era uma coisa querendo ou não boa pq é uma merda morar na escuridão ai ele disse "é, mas aqui não, agr vc vai arcar com as consequências"

Quem teve o sonho foi minha irmã

Quem teve o sonho foi minha irmã mais velha, queria saber o significado dele. Minha irmã disse que duas noite seguidas não dorme, preocupada com a minha pessoa, ele disse que no sonho eu e ela estavam em uma casa com telhas de ternite, nisso choveu granizo e quebrou todas as telhas, começou a cair pedras de gelo grande, e ela me abraçou para me proteger, mesmo assim eu quebrei os braços e perdi o movimento das pernas, eu dizia a ela no sonho que estava com frio, ela pediu para nossa mae buscar blusa e cobertas para mim

Então, ontem a noite fui dormi pelas

Então, ontem a noite fui dormi pelas 23hrs, nesse sonho eu me deparei comigo numa fogueira, tinha mais mulheres junto comigo nessa fogueira, fora o homem que quebraram as pernas dele as duas, essas pessoas que pegaram a gente não falava o motivo de estavamos sendo mortos ainda mais daquela maneira. Quando eles tacaram fogo eu senti cada queimadura, mas quando o fogo acabou vi que só eu sobrevivi de todas as mulheres nessa fogueira nisso eles estavam falando com o cara das pernas que deixaram o cara passam com esse "aviso" que era as pernas quebradas, logo em seguida esse cara olhou e falou(Um dos cara que estavam querendo me mata): _agr é sua vez! Como vc sobreviveu a fogueira sem quase nenhuma ferida? (Sim gente pelo incrível que pareça eu realmente não fiquei tão machuca, únicas feridas que ficaram parecia queimadura de cigarro sabe) Logo eu disse que não sabia e etc, nisso ele falou que se eu não morri assim iria morrer pior, então eu corri. Nisso um cara que eu não sei quem é, porém da msm forma sentia que o conhecia, me parou e falou: _vem por aqui irei te ajuda juro! Eu fui, como eu estava muito assustada por se caçada sem nem saber o motivo segui o homem, ele me mandou ir para laje (deixa eu avisa que isso aconteceu como se fosse no meu bairro sendo que como se fosse numa época muito atrás pq não estava asfaltada estava tudo brejo ainda, mas tinha laje e tals) quando eu subi lá a mãe dele mandou eu me esconder em baixo das roupas que havia ali, me escondi quando percebi que estava gritando lá em baixo quando eu olhei os caras que estavam atrás de mim deram um tiro na cabeça dele do nada percebi que foi por causa de mim por ele me protege e tals, consegui escapa de lá com muito esforço (AGR deixa eu fala uma coisa que nem eu sei o pq falei isso juro, na hora que vi que era eles e vi que mataram o cara eu deitei de novo e comecei a fica desesperada né, assim eu falei: prfv pomba-gira menina me ajuda prfv. Gente deixa eu deixa claro não conheço minha pomba gira nunca joguei pra sabe quem ela é e isso mexeu comigo pq eu não entendi o pq ). Continuando eu fugi de bicicleta sendo que eu não posso andar de bicicleta pq tenho asma e fico com muita falta de ar, fui até a estrada nisso apareceu outro cara tbm de bike atrás de mim tentando me ajuda e ele me ajudou e me levou a um lugar lá eu perguntei se tinha wifi (sei que é muito doido mas esse sonho estava intercalando ou combinados das duas épocas a antiga e a atual pq eu vi minha mãe tbm) outra coisa é que quando eu entreguei o cll eu acordei. Gente eu acordei com um aperto em nome no meu coração, fora que fique uns minutos tentando vê se era realidade ou não. Eu fiquei bastante preocupada e assustada .

Eu estava no quarto de minha avó

Eu estava no quarto de minha avó me arrumando pra sair ,dai puxo a cama e embaixo da cama tem um sapo morto fedendo,eu fico apavorada,meu primo pega o sapo pelas pernas e retira do quarto.

Sonhei que uma moça que eu não

Sonhei que uma moça que eu não via o rosto havia sofrido um acidente de moto e tinha sofrido amputação das duas pernas e um braço e estava caída ensanguentada no chão

Eu estava cursando medicina com um amigo

Eu estava cursando medicina com um amigo da época da escola (Ricardo), em um certo momento tivemos que levar um amigo de classe as pressas para a internação, mas em algum momento nos perdemos da pessoa que estava empurrando a maca. Continuamos a subir o prédio pelas escadas, chegamos ao 7° andar e perguntamos onde as enfermeiras tinham colocado nosso amigo e uma delas respondeu "leito 1", mas qdo fomos olhar não era ele, nesse momento dei um grito"é oq chegou no cavalo", a mesma enfermeira disse outro leito, mas que tbm não era ele, aí nesse momento eu gritei com ela "sua incompetente, vc não sabe nem onde vão parar seus pacientes que chegam?" E ela me respondeu "vc tem certeza que ele veio para o meu andar?" Foi aí que o Ricardo me disse "deve ter ido pro nono andar", e uma enfermeira que começou a subir as escadas com a gente disse "mas o nono não estão deixando entrar estudantes pra visita", mas ela mesmo disse "a coordenadora está no décimo, vamos até lá". Chegando lá a coordenadora pediu pro segurança pesquisar a ficha do nosso amigo pra ter certeza em que andar ele estava, mas nesse momento o sistema parou, aí a coordenadora pediu para o segurança dar o crachá dele pra gente e falou q podíamos ir atrás até achar. Descemos ao nono andar e começamos a correr pelos corredores, até que achamos. Ele estava em estado grave por uma doença que o hospital estava cheio. Eu e o Ricardo decidimos descer até a sala de aula de volta, mas qdo começamos a descer já eram escadas rolantes e uma espécie de shopping e estava todo mundo correndo em direção a saídas, descendo as escadas desesperados. Continuamos a descer para chegar na sala, mas resolvemos perguntar pra um segurança o pq estavam evacuando o shop. E ele respondeu que pq os diretores decidiram manter fechado até a doença acabar e nos auto falantes avisava que não iam ser devolvidos valores de ingressos de cinemas. Eu e o Ricardo resolvemos continuar correndo em direção a sala, mas num momento passou um monte de gente correndo pela gente e nos perdemos. Em um certo momento passei perto de uma das saídas e o segurança me colocou pra fora, eu tentei avisar q eu era estudante, mas ele nem ouviu. Lá fora fiquei procurando pelo Ricardo, pra saber se ele tbm tinha saído, até que achei. Alguns minutos depois caiu uma espécie de míssil ou bomba em uma das partes do prédio. Uma galera do lado de fora ficou olhando. Mais alguns minutos o Ricardo começou a passar mal, dor no peito e caiu. Fui olhar com uma lanterna de luz Negra e vi luzes roxas, nesse momento disse que todos q estavam ali tinham sido atingidos por radiação. Sai correndo sentido ao laboratório do hospital, onde eles já estavam fechando as portas pq todo mundo queria exame, mas eu por ser conhecido deles consegui entrar. Duas enfermeiras vieram me atender, uma eu conhecia a outra queria ir embora e não ter atendido. A que veio colocar o acesso era a que não queria atender, eu avisei que minha melhor veia era a do braço direito e ela quis pegar a do esquerdo e acabou estourando. Aí a enfermeira conhecida veio e pegou a veia do braço direito. Tirou sangue e começou a aplicar um soro específico. Mas eu não quis ficar ali parado e sai com o acesso no braço mesmo pra ir pro prédio do hospital e shop. Chegando lá me identifiquei e consegui entrar, já subi para os andares dos atendimentos que estavam lotados. Alguém gritou que estavam chegando mais 10 multilados e fui ajudar. No meio do caminho liguei para o Ricardo para saber se estava bem, ele atendeu e disse que estava chegando em casa já. Expliquei pra ele sobre a radiação e as explosões e ele disse q iria voltar. Chegando em um dos andares para atender os sistemas caíram todos aí gritei para chamar a atenção de todos e falei : " temos pessoas mais velhas aqui q já trabalharam sem sistema, então cada novato ajuda uma pessoa mais antiga e vamos trabalhar". Nesse momento liguei para minha mãe e minha mulher e disse o q estava acontecendo, sobre as bombas e sobre oq tinha acontecido comigo da radiação. Desliguei o telefone e voltei a ajudar. Em um momento eu estava saindo junto com uma enfermeira para analisar o prédio por fora e vimos que os mísseis estavam atingindo as laterais do prédio que era bem grosso. Então pensamos que todos tinham que ficar na parte mais central do prédio. Voltamos para dentro do prédio e tivemos dificuldade de entrar pq tinha muita gente querendo entrar tbm e os seguranças não estavam deixando entrar. Conseguimos entrar e subimos uma escada rolante e voltamos para os atendimentos, quando cheguei lá tinha um monte de mangueira de oxigênio embolada, um enrolando no outro pq todos os funcionários estavam com cateters de oxigênio por causa da explosões e poeiras. Nesse momento me chamaram no estacionamento, quando cheguei lá estavam, meu pai, minha mãe, minha mulher e um filho. Nisso eu falei " não era pra vcs estarem aqui", aí meu pai disse" se vc está ajudando e correndo risco, vamos ficar c vc". Aí falei q então eles ia ficar no mesmo lugar q eu, na parte mais interna do prédio. Chegando lá em cima deixei eles numa antesala e fui continuar atendendo. Os ataques continuavam intercalando entre míssil e um avião soltando cobras. O Ricardo que estava próximo a gente pegou uma cobra bem perto da gente, ele levou uma picada, quando fui ajudar ele tbm levei uma picada. Então falei para que minha família ficasse naquele lugar que eu e ele iríamos buscar um soro. Passamos por um lugar aberto do prédio que tinha uma piscina no meio, as pessoas na parte coberta tentando se esconder dos ataques. Passamos correndo até a parte do prédio que tinha o soro, chegando lá pedimos para uma pessoa que estava na porta da sala dos soros. Injetamos o soro e voltamos. Qdo voltamos peguei minha família e estava levando para outro lugar do prédio , mas na porta encontrei um diretor do hospital indo embora, aí perguntei se tinha acabado e ele disse que sim, que já haviam parado os ataques. Dei um abraço nele e apresentei a família pra ele. Entrei para continuar os atendimentos mais tranquilo. Em um leito a direita de onde deixei minha família esperando tinha uma amiga de sala que foi atingida e tinha perdido o movimento de uma das pernas , fui até lá consola- la, ela disse que estava bem, pra ir ajudar outras pessoas. Fui rodar pelo andar pra ver a situação, passei por um lugar onde tinham pessoas fazendo comida pra servir a todos e depois voltei e um coordenador falou pra eu aplicar uma espécie de injeção nas pessoas pra previnir alguma coisa, mas era pra aplicar um sim dois ou três não. Terminei de aplicar, comecei a conversar com um outro estudante no corredor e fim.

Na verdade assim sonhei duas coisas no

Na verdade assim sonhei duas coisas no mesmo sonho. Primeiro sonhei que estava no meu antigo trabalho, varrendo é limpando, tipo organizando minhas coisas e que se aproximava o dia que eu sairia dela. No meu sonho estava meu superior e seus familiares.Vale ressaltar que eu era secretaria da saúde municipal. Aí em algum momento aparece a minha amiga Dr que trabalhava com nos é faleceu de covid a 7 meses atrás. Tipo ela cobra do que ela morreu é diz não entendender. Suas pernas estão inchadas. No início quando ela aparece ela está feliz, tipo quando ela nos vê ela tá feliz pois além de m tem mais alguém junto que não sei dizer quem é.