Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém prova

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Estava tendo uma competição de natação, a

Estava tendo uma competição de natação, a prova consistia em nadar a distancia de duas piscinas com um tubarão seguindo. Os juizes fizeram um pequeno corte na perna do competidor, para que assim o tubarao fosse atras na corrida. Ou seja, tinha qie chegar ao outro lado, sem que o tubarão o comesse. O conpetidor entrou na agua e xomecou a nadar. Nao havia desespero, nem medo, nem ansiedade. Apenas atencao plena para vencer. O conpetidor conseguiu chegar ao outro lado, porem ele acaba perdenso um braço ao sair da água. Nisso ele escorrega p agua de novo, outras pessoas correm para ajuda-lo a sair,por pouco quase o tubarão morde a bunda dele.

Sonhei que eu estava num lugar conhecido

Sonhei que eu estava num lugar conhecido no litoral onde minha mãe e minha sogra tem casa. Porém esse lugar não era igual o verdadeiro, nem vi mar nessa vila. Estava tendo uma tempestade muito forte mas não tinha água. A tempestade era de vento forte, tão forte que chegava a derrubar os postes de energia de concreto da rua. Esses postes não era presos à fios elétricos e caiam em cima de casas e não no chão. Eu corria para me proteger e consegui entrar em um lugar, provavelmente uma casa. Nesse sonho também estava a minha sogra tentando se esconder em sua casa ou em uma casa. Não lembro se tinha mais pessoas comigo, sinto que tinha mas não as vi. Só consigo lembrar de eu mesma fugindo para me proteger, e da minha sogra também correndo se escondendo dentro da casa dela. Mas essas casas este bairro por mais que era conhecido no sonho, eu nunca ouvi antes. Acordei do sonho muito assustada e repreendendo o acontecido no sonho.

Eu Sonhei que eu estava em uma

Eu Sonhei que eu estava em uma casa em frente à praia e estava sentada em uma poltrona no quarto e vi o Luan Santana na minha frente meio que de lado segurando um bebê nos braços que provavelmente era meu e dele e ele estava me ajudando Porque tinha acabado de sair do hospital

Sonhei que estava em uma prova importante

Sonhei que estava em uma prova importante e tinha ido bem, em seguida estava em um show com muitas pessoas mas não conseguia ver o palco e nem o cantor, estava bebendo um shot e então encontrei uma noiva saindo da igreja machucada

No meu sonho, estava de noite. Sonhei

No meu sonho, estava de noite. Sonhei que estava numa casa que nunca vi antes. Mas uma coisa que me deixou bastante perplexa, é que a casa estava toda escura, como se tivesse alguém se escondendo dentro. De início, eu pensei que estivesse sozinha dentro da casa. Do nada, minha irmã mais nova apareceu com uma bolsa de dinheiro, tinha muito dinheiro dentro. Tentando me convencer de cuidar do dinheiro, pois eu era a pessoa mais apropriada para isso. Quando penso que não, meu irmão mais velho apareceu do nada, e me falou que mãe tava no quarto dela com alguém, e eles estavam transando. Nisso, a casa ainda estava toda escura. Quando meu irmão me falou isso, alguma coisa me dizia que tinha algo muito errado acontecendo, Mas finge estar bem Para não preocupar meu irmão. Mas ele também já estava sentindo que algo estava errado. Minha intuição não me deixou quieta por um segundo, resolvi subir em algo alto, na qual tinha toda a visão do quarto da mãe. Fiquei por uns momentos olhando aquilo, e finalmente vi e reconheci a silhueta da pessoa que estava com ela. Invadi o quarto, assim que entrei ela se assustou e pulou para fora da cama. O rapaz porém se escondeu debaixo das cobertas. Mas tirei as cobertas e vi, era o rapaz que sou apaixonada há mais de 2 anos. No momento que eu vi, comecei a chorar muito. E do nada apareceu muitas e muitas pessoas, para me defender. E essas pessoas começaram a agredir os dois. Não duvido que esse sonho seja de fato o que poderia acontecer, pois sei e várias outras pessoas sabem, que mãe sempre quis o que é meu. E de prova para afirmar isso, no dia que eu estava viajando, mãe chamou meu ex-namorado para ficar aqui em casa sendo que eu não estava em casa, e não voltaria tão cedo.

Nesse sonho eu estava em um mundo

Nesse sonho eu estava em um mundo escuro, sombrio e carregado por medo Não tinha nenhum jogo, eu tinha dói irmãos, um mais velho e outro mais novo, mas eu era o mais responsável por todas as atitudes Aparentemente, nós éramos filhos do diabo, mas estávamos tentando fugir a todo o custo Todo lugar que íamos, só via famílias escondidas em suas casas, com feitiços, ervas e tudo q pudessem ajudar eles contra monstros Esse mundo, existia vampiros, demônios, lobisomens, tudo q arriscasse a vida de alguém A minha primeira memória é estar com os meus irmãos e decidindo que iríamos embora O que mais me moveu para fazer isso é que o meu irmão mais novo vivia muito mal, ele era só uma criança e não era tratada como tal, e eu prometi a ele que iria cuidar dele Fomos pegar uma mochila na nossa casa, o "pai" não estava, mas tinha uma empregada q tinha aparência de velha mas com certeza não era nada frágil Única coisa que pegamos foi uma mochila e vários jogos de Xbox pq eu queria que o meu irmãozinho jogasse Fomos embora, logo após encontramos uma familia O homem da casa queimava uma erva perto de nós para ter certeza de que éramos humanos e pacíficos Depois ficamos por lá, eles foram extremamente receptivos e amorosos Aquela família era composta por um homem, uma mulher (que provavelmente eram um casal) e uma senhora que parecia ser a mãe do homem, todos tinham uma pele escura Logo depois de toda a hospitalidade para mim e meus irmãos, eu acordei

Sonho, vc vinha aqui em casa, aí

Sonho, vc vinha aqui em casa, aí chegava a Amanda e o Thiago, aí a gente tava andando Na rua. Nós dois estávamos conversando sobre a vida, tava falando que provavelmente eu iria embora, tentar uma vida melhor, ou talvez ficava aqui, tava esperando respostas. Vc disse que tava bem, que tava noivo, nessa hora te parabenizei, e disse que a partir daquele dia, vc não iria mais em minha casa. Na hora vc parou, ficou confuso sem entender, seus olhos marejaram, mais vc se recusava a chorar. Dizendo que não tinha fama haver, vc ir em casa. Porém te disse que não ia atrapalhar suas escolhas, e que vc ia ser muito feliz. "Te amo, mais sua felicidade vem em primeiro lugar". Depois já estávamos na casa da Amanda, pq tava chovendo, a mãe dela disse pra vc conversar CMG, que eu não tava bem. Depois eu vi um homem que nunca tinha visto na vida, ele me disse que ia ficar tudo bem, "tira essa angústia da tua vida filha" ergueu minha cabeça e disse mais "vc vai vencer em breve, só te peço mais um pouco de paciência, e não desiste desse rapaz". Logo depois chegaram dos homens, e eu botei o Kairós pra dentro de casa e fechei o portão.

Estamos no século 19 e eu tenho

Estamos no século 19 e eu tenho 23 anos; um grupo de cinco mulheres me encontra conversando com uma freira. No meio dessas mulheres à uma outra amarrada e amordaçada. Essa mulher amordaçada é entregue a mim, e um diz o seguinte: "Só você pode nos salvar e libertar essa mulher! Mas cuidado, tem muitas dela" Depois disso elas vão embora sorrindo, e a freira some também. Eu entro em uma casa velha com a mulher, e ela começa a me mostrar as personalidades dela; por isso a fala da mulher estranha. Depois disso, a casa some e eu estou com um menino de cinco anos, loiro; a criança parece muito assustada e me abraça muito forte, e fica insistindo que eu olhe para a porta da casa. Lá fora, está um homem vestido de jardineiro, com vários girassóis na mão; e ele fica olhando com uma cara estranha pra nós dois. Esse homem decide sair, mas antes ele joga as flores dentro da casa. Depois disso a cada meia hora aparace um girassol na nossa porta. Quando eu saio um pouco, pois a criança conseguiu dormir, eu vejo várias crianças brincando e uma delas vem até mim com girassóis na mão e me entrega. Eu pergunto o porque daquilo, e ele me mostra o homem nos olhando e sorrindo, eu saio correndo e ele vem atrás de mim. Quando eu chego na casa, a primeira coisa que eu faço e procurar a criança, mas ele não está lá. Eu entro em desespero, e sinto alguém atrás de mim, quando eu viro, eu vejo o jardineiro e ele só diz uma coisa: "Finalmente chegou sua hora!" E aí eu não sei se ele me mata, mas o que seja provável, e eu acordo