Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém voz

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Sai de casa e entrei no banco

Sai de casa e entrei no banco passageiro do carro da minha mãe. Ela dirigia, meus três irmãos estavam no banco de trás, como sempre... fomos no centro da cidade buscar um cavalo, como minha avó havia ordenado. Chegando lá, me foi entregue uma corda para pega-lo. Estiquei minha mão para passar em seu nariz, para que ele confiasse em mim, mas sua face era muito assustada... passado um tempinho ainda tentando chegar perto para pegá-lo, alguém com voz masculina que não consigo ver o rosto chega atrás de mim e me ensina a forma correta. Consigo chegar perto do animal e faço um nó em uma espécie de pano branco que está em seu pescoço. Assim que pronto, começo a puxa-lo para engatar no carro, e ele anda em pé enquanto estranho e o homem continua a falar comigo sobre isso do meu lado. Passado pouco tempo, ele volta a andar normal como um cavalo (4 patas) e o sonho acaba.

Eu estava indo para casa de uma

Eu estava indo para casa de uma conhecida, no sonho ela mexia com esses negócio de umbanda e etc e ela olhou para mim e falou que tinha uma legião de demônios encostados em mim na hora eu me desesperei e falei que queria tirar a todo custo ninguém sabia como tirar do nada no sonho apareceu um pai de santo todo de vermelho e ele se ofereceu para tirar ele começou a desenhar um pentagrama com três desenho tinha uma parte do desenho tinha umas mancha preta com olhos no outro tem uma menina chorando e no outro tinha uma menina desmaiada tentamos a primeira opção que era com as manchas preta tenta usar segunda que era menina chorando nem um deles eu tive sucesso no sonho uma menina chorando eu comecei a escutar vozes escutei pessoa chorando crianças gritando e várias outras coisas na terceira opção que era eu desmaiada eles me puseram no braço e puseram a mão sobre a minha cabeça e eu comecei eu desmaiei na hora no sonho e eu escutei a voz de Deus falando para mim que tava sempre comigo que não era para mim desistir e falou outras coisas também que eu não lembro me acordei e no sonho parecia que eu estava de boa que tava tudo bem

Estava estudando na escola quando olhei para

Estava estudando na escola quando olhei para frete tinha um objeto dentro de uma caixa de vidro ao lado dela estava 2 jovem que tiveram uma pequena discussão então o objeto se contorce todo e a jovem olhando para ele diz boa ideia abraço ela sai correndo e abraça a outra menina fazendo as passes e nisso olhei para o lado quando ouvi uma voz dizia não foi isso que falei era para matar ela então olhei para ver quem tinha falado e o objeto e a caixa tinham desaparecido e no lugar estava parado uma jovem com baixa estatura loira dos olhos azuis então ela veio e sentou do meu lado e comecei a tentar conversar com ela porem ela era meio quieta apenas desenhava e escrevia umas coisas estranhas então ouve um curto e as luzes meio que se apagaram e nisso a menina saiu correndo então levantei e fui para o lado de uma das salas no corredor e quando cheguei na porta falei que iria encontra a Rafaela que era muito minha amiga então minha amiga chega junto com outros alunos então ela chega e sentamos no banco conversando e ai a menina loira volta a parecer e fica falando baixinho algumas coisas e desenhado e escrevendo quando pedimos pra ver ela meio que fica nervosa então minha amiga pega e olhamos esta tudo estranho as escritas borradas com cola e algo vermelho além de esta escrito encima de uma impressão já existente então começamos a questionar ela sobre oque estava escrito e ela tenta atacar minha amiga nesse momento seguro ela e ela começa a se debater e gritar nesse momento vemos que ela tem dentes faltando na boca e alguns muito podre então uma enfermeira olha e diz que aquilo era boca que uma mulher de trinta anos ou mais não de uma garotinha de 17 anos foi ai que a jovem loira começa a quere nos agredir e dizer que matéria todos então começamos a agredir ela e em um momento ela abaixada tento chutar ela porem a loira consegue sair e desaparece

Estava correndo no vale de um Canyon,

Estava correndo no vale de um Canyon, porém a água estava com grande profundidade, e acima da água uma grade (fixa nas rochas) a qual corria nela, cheguei a um lugar onde parecia não ter saída, até que se abriu nas rochas do Canyon um caminho, quando comecei a correr por ele, uma voz disse "don't suddenly look down", continuei correndo por certo tempo, até que comecei a gradativamente olhar para baixo enquanto corria, e abaixo da grade que estavam meus pés a água estava Cristalina, pude ver meu próprio reflexo com uma névoa preta em volta de mim, e nesse momento comecei a rir diabolicamente enquanto a perspectiva se aproximava do reflexo, depois disso acordei.

Sonhei que cheguei num lugar normal, uma

Sonhei que cheguei num lugar normal, uma casa humilde de alvenaria, com uma escada um pouco elevada e ampla sem vedação. Estacionei o carro e desci. De fronte a casa ao pé do sopé da escada estava uma mulher sentada e crianças a brincarem ambas do sexo feminino mas uma é que me seguia, Outras pessoas, jovens quase na minha faixa etária estavam no nível acima do sopé que dava acesso a varanda. Eu sentei com a mulher a conversar mas de repente dei falta dos meus chinelos cor de rosa claro. Perguntei mas ninguém deu me atenção. Então levantei subi a elevação da escada e quase no chão da varanda no murro largo que delimitava a escada senti-me numa posição em que o meu a planta doeu pé estava virada para cima. Subiu uma mulher e remexeu nas coisas que estava numa prateleira na parede interna da varanda, então derrubou sem querer um recipiente com água, a água escorreu chão e escada a baixo. Ela disse algo que não percebi, então olhei para a planta do meu pé e estava sujo. Daí desci para procurar chinelos. Fui em direção ao carro, a criança me seguiu e não falava nada, de repente vislumbres o carro com portas traseiras abertas e o par de chinelos estava lá, simetricamente deixadas no chão do carro e os chinelos tinham marca ligeira de sujidade onde aceita a planta dos pés, me espantei por ver a cor porque eu não tinha chinelos rosa-claro. Então pensei que só podiam ser da minha namorada apesar de serem do meu tamanho, e que teria sido a criança que me seguia que deixou lá. Então olhei para a criança para ter certeza que tinha sido ela. Mas quando olhei de volta, o meu carro não estava lá. No entanto um pouco mais afastado da casa tinha uma espécie de lixeira, com ramos e restos de árvore re em cortados e deixados lá ainda com folhas verdes. Aproximei e a criança seguia-me se falar nada. Chegado lá vi um caro que parece que tinha acidentado pás com a parte frontal removida. Examinei o carro e dentro do carro no banco de trás havia roupa bem dobrada. Perto daquele carro tive a sensação de que alguém podia ter morrido naquele carro. Mas nada de sangue ou vestígios de estragos, entretanto continuava com aquele mau pressentimento. Foi quando do nada apareceu outra criança negra do sexo feminino com carta arredondada e uma expressão séria e fechada. Quis testar se ela era um fantasma ou demônio então segurei a firme pelo braço junto da articulação do ombro e pronunciei Deus mas a minha voz não saia bem fiz força para libertar minha voz mas não saía por completo. Nesses esforço de querer invocar Deus enquanto a seguva firme e ela olhando fixamente para mim. Fui transportado para minha cama onde eu estava a dormir. E enquanto segurava ainda na criança misteriosa e mesmo que já sem vê-la sentia que a segurava invocando Deus mas minha voz mal saía. Então, então olhei para o lado e eu ví uma luz dourada num padrão lindo no ar e a luz materializou se em uma figura masculina imponente mas à medida que aproximava a figura transformou-se em uma bela moça de cor bronze e uma marca que lembra estrela mas de cor preta na bochecha Direita. Importa dizer que quando via luz deixei de sentir a criança. E na cama eu estava dentro da rede mosquiteira. Quando a linda moça chegou bem perto de mim ela queria dizer algo mas a voz dela não saiu e só sorria para mim. E De repente senti e vi que não estava sozinho na cama. Estava meu filho mais velho de 13 anos e uma outra moça que não vi o rosto mas sentia a do mesmo jeito que sentia meu filho, o rosto do meu filho vi nitidamente. Eu implicava a moça linda com a marca na bochecha para ficar comigo mas meu filho e a moça que está com ele na minha cama diziam que não era necessário ela ficar que eles os dois me virariam e a linda moça com gestos concordou e apontou que eu devia estar confiar neles. Daí eles tocaram me na barriga e com os dedos pressionaram minha barriga e eu senti arrepios, não medo só uma sensação que energia no meu corpo e acordei.

Sonhei que estávamos em um lugar com

Sonhei que estávamos em um lugar com muitas pessoas que eu não conheço, fizemos algo que de repente nos levou como num passe de mágica, para um lugar que parecia sobrenatural era um grande campo verde cheio de árvores grandes, carregadas de frutas e cada árvore tinha uma espécie de fruta diferente, e havia um homem lá ele transmitia uma calma e paz ele era diferente de nós, havia algo nele que nos fazia se sentir bem, estávamos perto e de frente para ele, ele estava com um lápis e um papel na mão e escrevia alguma coisa sobre nós e em meu coração eu disse: (ele errou porque ele errou!?) Mas, sem eu dizer nada em voz alta, ele escreveu e corrigiu.

Sonhei que brincava na rua com dóis

Sonhei que brincava na rua com dóis Youtubers famosos, eles eram Cellbit e Felps, de vários acontecimentos aleatórios agente se sentava na calçada que fica bem na esquina na rua onde fica minha casa. Então agente avista três mulheres que aparentemente estavam empurrando uma moto que talvez estava com o penel furado, então elas olha pra gente e meio que acontecem uma tenção digamos discreta, então eu falo para os dois Youtubers, que eu estou para cria um canal no YouTube e preciso de um nome bom para ser a minha marca, então cada um deles tem um reação diferente em relação a minhas duas sugestões de nomes, o primeiro nome é "Miyarem" e o segundo NepploS" quando falo Miyarem para o Cellbit ele meio que tenta puxar assunto com o Felps e quando falo para o Felps ele resolver fala com o Cellbit, ate que os dois se beijam e loucamente eu e eles começamos a dece pela vala e eu meio que fica em cima dois dois como se eles virassem água vou indo pela vala ate passar da minha casa então eu chego em um ponto que escuto uma voz, "você deve volta ao passado e assim chego em um ponto da minha rua, local onde eu brinquei bastante na infância e tenho memórias nostálgicas

Hoje sonhei com um garoto que amei

Hoje sonhei com um garoto que amei demais no sonho estava no condomínio onde minha avó mora consequentemente ele mora ali também e foi ali que nos conhecemos. Estava usando um vestido branco delicado com detalhes dourados lindos que destacavam minhas curvas usava tranças lindas com um espelho dourado na mão eu parecia as filhas de Oxum andando pelo bairro descalça admirando casa detalhe daquele lugar e as pessoas me olhavam com cara de surpresa, lembro que o carro do padrasto desse garoto que amo tanto me perseguia eu não sentia medo, mas não queria ter que falar com ele pois ele me magoou tanto não queria sentir isso de novo ainda assim o carro me perseguia ele ficava me chamando implorando pra não fugir que precisava falar comigo. Eu continuava seguindo meu caminho agoniada porém,com calma a adrenalina percorria minhas veias o frio na barriga era constante a vontade de chorar aumentava junto com a incerteza será que eu realmente deveria parar e escutar o que ele tem a dizer ou deveria fugir pra sempre da verdade... Mas a verdade dói. Até que chegou uma hora que cansei de fugir e parei na beira de uma cachoeira pra arrumar meu cabelo olhando pro espelho pude ver o carro encostado e esse garoto saindo na mesma hora olhei pros lados e vi que não tinha saída e tinha que ouvir o que ele tinha a dizer o mesmo chamou pelo meu nome me procurando no meio da mata eu conseguia ver ele mais ele não conseguia me ver comecei a cantar um ponto de Oxum mechendo mas águas e chorando pela voz dele dava pra perceber que ele também chorava enquanto chamava meu nome ele dizia pra mim escutar o que ele tinha a dizer e pediu pra mim não fugir dele de novo mas parando pra pensar eu não fugi só cansei de sofrer por ele... Chamei o nome dele dizendo que estava na cachoeira comecei a cantar outro ponto de Oxum ele chegou perto e eu fui indo na direção dele não quis chegar perto mas ele me abraçou chorando pedindo desculpa por tudo que fez eu acabei perdoando depois de um tempo ele dizia que já gostou muito de mim mas acabou desistindo depois que eu não demonstrei o mesmo. Depois de meia hora conversando ele tentou me beijar mais não deixei não podia cair nessa de novo quando fui ir embora ele me ofereceu carona acabei aceitando pois estava tarde por fim acabei beijando ele na segunda tentativa

Estava numa rua e ouvi uma criança

Estava numa rua e ouvi uma criança chorando. Corrir até a criança e veio uma mulher e um homem atrás dela eu peguei ela no colo e corri e uma voz disse você sabe que essa criança é um espírito você ainda a proteger eu disse que sim vcs estão atrás dela. Ai eu terminei de correr a rua cheguei na outra rua a criança sumiu do meus braços e eu ja sabia que era uma criança e sentir um alívio.

Sonhei que estava caminhando ao lado de

Sonhei que estava caminhando ao lado de alguém sem rosto e voz, apenas uma sombra branca com brilhos em uma rua enorme e escura, com chuva e carros pretos. De repente encontrei um carro pegando fogo e apaguei com extintor