Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém Escada

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Eu precisava atravessar uma passarela para chegar

Eu precisava atravessar uma passarela para chegar no meu destino. Mas ao analisar a passarela (que era longa) e tmb a escada que era bem alta...me desanimou. Eu olhei em volta e vi um atalho. Então eu resolvi ir por ela, mas antes eu olhei novamente pra passarela e pouco depois da escada tinha uma cobra gigante (anaconda). No sonho eu pensei: "imagina se eu tivesse ido por aí?" Mas surgiu em meus braços duas sacolas com carnes frescas e então eu fiquei com medo da cobra me seguir...mas a cobra olhava por mim com um olhar de "enquanto eu estiver aqui vc jamais passará por essa passarela". Fiquei apreensiva mas fui pelo caminho da trilha.

Hoje eu tive uma sonho muito louco.

Hoje eu tive uma sonho muito louco. No começo do sonho me encontro em uma festa, aonde tem música e dança. Não era um local muito grande. As luzes estavam apagadas, e no centro tinha um tipo de fogueira que iluminava um pouco o ambiente. Tinha algumas pessoas se beijando e curtindo o som. Eu me vi saindo pela única porta que tinha. Para ir ao banheiro e percebi que eu estava no corredor de um colégio. Onde era branco e só tinha uns janelas que iluminava. Entrei pela porta que levou a una sala, não tinha mobília apenas 3 sofá, uma televisão e uma mesa de centro. As algumas pessoas que estavam lá, eu conhecia. Eram meus colegas de sala. Fui em direção ao banheiro na mesma sala, porém, tinha muita gente, então desistir. Saindo da sala e indo em direção ao corredor vi uma pessoa que eu conhecia, me chamando meu nome com o semblante um pouco de curiosidade perguntando se eu conseguia ver o gato (branco, com listras e olhos azuis. No seu pescoço ele carregava duas alianças amarrada) então eu disse que sim, eu podia vê-lo claramente. A pessoa me disse que só eu e el* conseguiam ver. Pois quando essa pessoa tava bricando com o gato, todo mundo tava chamando el* de doid*. Porque ninguém conseguia ver. Então o gato começou a correr e fomos atrás dele. O gato parou e paramos juntos. Quando vi, não tinha mas ninguém em nossa volta. Apenas eu, a pessoa e o gato. Então fui tirar os dois pares de alianças que estava no pescoço do gato. Eu não tava conseguindo porque estava preso. O gato começou a soltar miados alto. Atraindo uma enorme criatura semelhante à um gato. A pelagem dele era azul da cor do céu, tinha uns tom de preto e branco. Era inorme e assustador. Ele correu atrás da gente. Mas quando eu pulei de onde estava. (Que era uma escada de colégio) para o térreo, eu cai bati a cabeça e acordei. Eu dormi de volta. Aonde me vi entrando na mesma dimensão e encontrando o gato parado, peguei as alianças e pedi para ele não miar novamente. Ele deu um sorriso sarcástico.  As alianças começaram a brilhar com a cor roxa, e o gato disse que eu e a pessoa que conseguiam ver ele estavam destinad*s a se casar. Se abriu um portal roxo em minha frente, eu entrei e voltei para o corredor A pessoa me perguntou se eu consegui, então mostrei os dois pares de alianças que eu tinha em mão. A pessoa perguntou qual era o significado. Mas eu não respondi, porque fiquei receosa. Do nada isso nos levou á uma casa cheia de flores vazia por dentro, sem nenhum cômodo. Flutuando no céu. Nisso eu vi a pessoa ao meu lado e lembrei que nas nossas diversas vidas passadas a gente sempre se amou, porém, a gente sempre morria. Porque eu não aceitei amar a pessoa de volta. A pessoa também se lembrou disso. Mas eu não aceitava amar aquela pessoa, e aquela pessoa disse que estava cansad* de tanto me amar mas sempre nós acabamos sendo separad*s. Então abri a porta da casa e a gente estava no meio das nuvens, onde os galhos de flores impedia que a gente se aproximasse da beira . Eu disse que ia pular. A pessoa me impedia, dizendoe se eu pulasse a criatura iria atrás de mim. Pois a criatura juntou a gente, e nada podia separar. Eu não dei ouvidos e pulei. A criatura que era muito semelhante ao Slender Me, veio atrás de mim. A criatura era muito grande, se distorcia e tinha olhos vertical pretos assustadores. Então me vi em uma ilha pequena onde o horizonte era todo mar. A criatura estava me vigindo e não deixava eu ir ao mar tentar fugir. No outro lado tinha outra ilha aonde a pessoa que era destinad* a mim, estava. Essa ilha era bonita, tinha flores e casa de rattan. A criatura admirava a pessoa que era destinad* a mim, dizendo que era um pessoa gracios*, que é precisava ser assim. Então de alguma forma eu mandei uma mensagem para essa pessoa e essa pessoa conseguiu convencer a criatura me deixar ir a ilha. A criatura me teletransportou para lá onde eu aceitei o meu cônjuge mas planejando deixá-l*. Eu estava ficando feliz. Então a criaturas no teletransportou para o Futuro. No futuro eu e meu cônjuge estavam juntos. Mas do mesmo jeito eu tentava manter distância...

Sonhei que cheguei num lugar normal, uma

Sonhei que cheguei num lugar normal, uma casa humilde de alvenaria, com uma escada um pouco elevada e ampla sem vedação. Estacionei o carro e desci. De fronte a casa ao pé do sopé da escada estava uma mulher sentada e crianças a brincarem ambas do sexo feminino mas uma é que me seguia, Outras pessoas, jovens quase na minha faixa etária estavam no nível acima do sopé que dava acesso a varanda. Eu sentei com a mulher a conversar mas de repente dei falta dos meus chinelos cor de rosa claro. Perguntei mas ninguém deu me atenção. Então levantei subi a elevação da escada e quase no chão da varanda no murro largo que delimitava a escada senti-me numa posição em que o meu a planta doeu pé estava virada para cima. Subiu uma mulher e remexeu nas coisas que estava numa prateleira na parede interna da varanda, então derrubou sem querer um recipiente com água, a água escorreu chão e escada a baixo. Ela disse algo que não percebi, então olhei para a planta do meu pé e estava sujo. Daí desci para procurar chinelos. Fui em direção ao carro, a criança me seguiu e não falava nada, de repente vislumbres o carro com portas traseiras abertas e o par de chinelos estava lá, simetricamente deixadas no chão do carro e os chinelos tinham marca ligeira de sujidade onde aceita a planta dos pés, me espantei por ver a cor porque eu não tinha chinelos rosa-claro. Então pensei que só podiam ser da minha namorada apesar de serem do meu tamanho, e que teria sido a criança que me seguia que deixou lá. Então olhei para a criança para ter certeza que tinha sido ela. Mas quando olhei de volta, o meu carro não estava lá. No entanto um pouco mais afastado da casa tinha uma espécie de lixeira, com ramos e restos de árvore re em cortados e deixados lá ainda com folhas verdes. Aproximei e a criança seguia-me se falar nada. Chegado lá vi um caro que parece que tinha acidentado pás com a parte frontal removida. Examinei o carro e dentro do carro no banco de trás havia roupa bem dobrada. Perto daquele carro tive a sensação de que alguém podia ter morrido naquele carro. Mas nada de sangue ou vestígios de estragos, entretanto continuava com aquele mau pressentimento. Foi quando do nada apareceu outra criança negra do sexo feminino com carta arredondada e uma expressão séria e fechada. Quis testar se ela era um fantasma ou demônio então segurei a firme pelo braço junto da articulação do ombro e pronunciei Deus mas a minha voz não saia bem fiz força para libertar minha voz mas não saía por completo. Nesses esforço de querer invocar Deus enquanto a seguva firme e ela olhando fixamente para mim. Fui transportado para minha cama onde eu estava a dormir. E enquanto segurava ainda na criança misteriosa e mesmo que já sem vê-la sentia que a segurava invocando Deus mas minha voz mal saía. Então, então olhei para o lado e eu ví uma luz dourada num padrão lindo no ar e a luz materializou se em uma figura masculina imponente mas à medida que aproximava a figura transformou-se em uma bela moça de cor bronze e uma marca que lembra estrela mas de cor preta na bochecha Direita. Importa dizer que quando via luz deixei de sentir a criança. E na cama eu estava dentro da rede mosquiteira. Quando a linda moça chegou bem perto de mim ela queria dizer algo mas a voz dela não saiu e só sorria para mim. E De repente senti e vi que não estava sozinho na cama. Estava meu filho mais velho de 13 anos e uma outra moça que não vi o rosto mas sentia a do mesmo jeito que sentia meu filho, o rosto do meu filho vi nitidamente. Eu implicava a moça linda com a marca na bochecha para ficar comigo mas meu filho e a moça que está com ele na minha cama diziam que não era necessário ela ficar que eles os dois me virariam e a linda moça com gestos concordou e apontou que eu devia estar confiar neles. Daí eles tocaram me na barriga e com os dedos pressionaram minha barriga e eu senti arrepios, não medo só uma sensação que energia no meu corpo e acordei.

Eu estava em uma festa, no terreno

Eu estava em uma festa, no terreno da minha casa mas eu estava na parte da frente e de frente para a rua, quando eu olhei para a rua vi um homem sendo atropelado, decidi ir para minha casa e cheguei lá todo mundo tinha apanhado do rapaz que corta meu cabelo, eu decidi ir atrás dele, e minha ex namorada estava me mandando mensagem, entrei numa casa que era igual a dela, mas tinha um amigo e um cara desconhecido lá, tinha uma escadaria eu decidi subir estava um amigo do meu pai e o rapaz que corta meu cabelo com armas nas mãos me culpando de ter feito algo e eu não sabia o que era e eles não me falavam o que eu tinha feito... e o barbeiro decidiu em atirar em mim, porém o tiro pegou na escada e acabou pegando nas minhas costas eu senti o sangue senti a dor, e sai correndo até meu carro e eles atirando em mim lembro de ter tomado um tiro no braço e outro na perna, assim que eu abri a porta do carro eu acordei

Sonhei que fui convidado a um encontro

Sonhei que fui convidado a um encontro com alguns colegas que estudaram comigo. A maioria eu não tive muita interação e dois deles eram garotas que já fui muito próximo, uma era uma garota que não ligava muito pra mim mas ficamos próximos e outra era uma ex amiga do qual brigamos por sermos prejudiciais um ao outro mesmo um amando o outro, e as vezes até demais. Quem me convidou era um antigo colega de faculdade que é muito otimista, embora não fosse meu amigo ele fez questão de eu estar presente no encontro. Tinha uma garota que também não foi minha amiga mas sempre foi gentil ao falar comigo. Andamos pelo arredores do Teatro Amazonas e começa a ficar um clima de chuva intensa e venta muito. Eu rápida peço para meu colega ir na frente e peço para a garota gentil que ela ande atrás dele segurando a mão dele e então todos entendem meu plano e quem segura minha mão era a garota que eu estava brigado. Seguimos assim até ficar em embaixo da avenida numa praça nova esperando o temporal passar. Encontramos uma lanchonete e começou uma briga perigosa entre gays e lésbicas e então deixei de grana no balcão e disse a todos para irmos embora. No tempo que andamos os outros falavam sobre a vida enquanto não se falavam e então quando subimos as escadas, a garota que estava brigada comigo segura meu braço repentinamente e estranhamente sinto a maciez de sua pele e ela parecia estar com frio. Quando olho pra ela, ela está vestida com uma macacaquinha branca simples, tal branco lembrava uma noiva e minhas, e eu estava com uma camisa, uma jaqueta e calça jeans preta, típico de metálico, e tal preto lembrava um noivo e meu colega me olhava e parecia dizer com os olhos "admitam logo que vocês querem se amar, todo mundo já sabe" . A garota continuou segurando meu braço como uma namorada confiando sua segurança em seu homem e estava cabisbaixa, e pergunto a ela "fiz tanta falta assim mesmo dizendo coisas terríveis?" E ela respondeu "você ainda faz muita falta..." sussurrando no meu ouvido. Apesar de ter acordado ao ouvir a resposta dela, senti seu hálito, sua tempestade, a maciez da pele, parecia que ela estava dormindo ao meu lado.

Eu estava enfrentando um animatronic de FNAF

Eu estava enfrentando um animatronic de FNAF chamado Springtrap que é uma espécie de zumbi, onde eu tinha que fugir do campo de visão dele e conseguir tempo para botar fogo nele, o resultado foi que tinha um elevador que eu entrei para me esconder, só que de repente quando acendo a luz lá está ele na minha frente com uma cara assustadora, eu rapidamente empurro e fugo de lá para o solo, rapidamente boto gasolina e atenuo fogo, além de enterrar ele. Após isso o gerente do lugar chega falando o que houve e por que o lugar está tão danificado, eu fico sem conseguir explicar, porém derrepente apenas eu consigo enxergar que o gerente é na verdade aquele animatronic zumbi, porém os outros não são capazes de ver isso, como eu fico desconfiado, o Springtrap percebe e fica um clima estranho, saio de lá e encontro com minha família e meu gato em casa, de lá derrepente teleportamos (ao menos no meu sonho) para aparentemente um shopping macabro,subimos a longa escada rolante, estava cheio de gente, porém o que foi estranho é que, ao andar apenas uns 5 segundos aparece uma aspirante romântica minha que no meu sonho é minha ex, bem, ela está pedindo por ajuda desesperada falando que tinha um depravado atrás dela, eu a seguro e ela senta em mim mais tranquilamente, pedimos ajuda para os seguranças, porém eles não vêem ninguém, como se fosse uma halucinação, derrepente ela desaparece. Depois de pouco tempo, percebemos que nosso gato não está conosco, enquanto isso, percebemos que um cara alto está falando sobre algo aparentemente importante para ele que ele está segurando, mas não vemos nada, falamos para ele sobre a invisibilidade e ele compreende estranhamente de boa. Após isso, um gato idêntico ao nosso aparece, porém parecendo que está meio endemoniado, e ele aparece vindo da direção oposta, o que me deixou na dúvida se caso tivéssemos nos teletransportados, se esse portal realmente levou a gente ou meus pais e meus gatos são clones nesse sonho? De qualquer forma, após isso vejo mais gentes vendo halucinações e o cara alto perguntando por uma pessoa nas salas que parecem ser de artes marciais, as vezes ele olha nos meus olhos.

Estava com um amigo e ele me

Estava com um amigo e ele me levou a um lugar estranho dizendo q precisava ir ao banheiro, era um grande prédio formato de triângulo, não havia escadas e sim um pequeno espaço p pular de um andar p outro, enquanto eu aguardava sentada em uma escada um conhecido me gritou, me agarrou me deu um bjo no rosto perguntando cm quem eu estava, eu não respondi, olhei atrás de mim e a irmã desse conhecido estava lá e perguntei a ela o q estava acontecendo e ela disse q ele agora era solteiro, eu conseguir sair dali , desci as escadas e sentei em umas pedras e próximo de meus pés havia uma lagarta mt bonita vermelha e verde e brilhava mt, na minha frente tinha uma criança q estava de camiseta branca e grande, fiquei atenta p ela não encontrar na lagarta pois não sabia se queimava, foi qd percebi q essa criança não tinha um rosto e sim uma luz mt forte saindo do rostinho dela mas eu ainda escutava seu riso, de repente a lagarta se mexeu e com isso ela ficou maior e mais brilhante, pensei em pisar com medo de machucar a criança, e logo ela ficou bem grande com cabeça de cobra e qd mais ela rastejava mais ela crescia e brilhava mais e mais e ela foi passando pelo meus pés , mas não atacou nem a mim e nem a criança, ela só ria.

Interpretação do sonho: Este sonho pode refletir

Interpretação do sonho: Este sonho pode refletir sua luta interna e dificuldade em lidar com seus medos e inseguranças. O lugar alto simboliza um desafio ou obstáculo na vida que você sente dificuldade em superar. Os outros indivíduos que conseguem descer facilmente representam pessoas que têm uma abordagem mais corajosa e confiante diante dos desafios. A presença da sua família no sonho indica que você tem um forte desejo de estar ao lado deles e de ser um apoio para eles. A tristeza que você sente ao pensar em sua família demonstra que você está consciente da importância desse relacionamento e do papel que desempenha na vida deles. Sentir-se incapaz de descer do lugar alto pode indicar uma sensação de impotência ou falta de controle sobre determinadas situações em sua vida. No entanto, o fato de você finalmente conseguir descer sugere que, apesar das dificuldades, você tem a capacidade de superar seus medos e alcançar seus objetivos. Ver sua família dormindo no topo da escadaria pode simbolizar a sensação de que eles dependem de você para proteção e apoio. Vê-los como anjos pode representar seu amor e admiração por eles, assim como sua crença de que eles são uma fonte de força e felicidade em sua vida. No geral, esse sonho pode ser um lembrete de que mesmo que você enfrente desafios e medos, é possível superá-los e encontrar a felicidade ao lado de seus entes queridos. Pode ser encorajador buscar apoio e inspiração em pessoas corajosas e confiantes ao seu redor para ajudá-lo a superar suas próprias dificuldades.

Sonhei que ia para praia mas em

Sonhei que ia para praia mas em cima da hora mudei de ideia e fui para cachoeira com a minha filha, os meus sogros e ex marido. Chegando lá tinha um portão de madeira bem grande e antigo tipo com matos secos em volta dele então abrimos o portão e entramos e começamos a subir as escadas para chegar na cachoeira quando chegamos lá em cima tinha uns Arcos de madeira lindos e passamos por eles e por fim chegamos na cachoeira e estamos tomando banho e do nada apareceu um senhor todo de branquinho e de bengala falando que a gente não podia estar ali pois tinha muitas cobras então logo saímos quando a gente tava saindo da cachoeira passa um pelos Arcos e olhamos para cima e virmos muitas cobras coloridas e com cores lindas minha filha falou assim olha mamãe que lindas olha essa cobra é rosa essa cobra é azul olha essa que linda tipo maravilhada com as cobras cobras eu fiquei encantada pois era muito lindas e chamou muito a minha atenção e por fim quando sair no portão de madeira eu acordei