Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém ruas

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Essa noite tive vários sonhos estranhos.Lembro me

Essa noite tive vários sonhos estranhos.Lembro me de ter sonhado que Duda estava passando uns dias com a gente e tinha um rapaz moreno,com roupas escuras e uma blusa com capuz.Ele ficava a todo tempo na esquina observando a nossa casa,como se ele estivesse esperando algo ou alguém e no final minha mãe abriu a porta para ele que entregou uma sacola cheia de coisas dizendo que era para Duda.Eu desconfiava dele e sempre tive medo de abrir a porta e pedi a minha mãe que não o fizesse.O pior que tudo ocorreu justamente na mesma casa onde estamos morando agora. Em outro sonho,por algum motivo eu estava na casa de tia Neusa,mas não era a que ela mora na vida real. Não lembro muito o que estava acontecendo mas eu me lembro de ter saído de lá e não conseguia fechar o portão então larguei do jeito que estava e comecei a caminhar por uma rua cheia de estudantes e não sei como mais tinha um pão em minhas mãos e quando eu ia comer o pão uma criança me pediu um pedaço. Eu dei a metade do pão e comecei a acompanhá-la, porém na nossa frente tinha um portão preto enorme e um porteiro e do outro lado algumas ruas escuras e vazias,quando eu ia atravessar o portão junto com essa criança só que o porteiro me barrou dizendo que eu não podia passar e logo apareceu alguém que monitorava quem entrava e me disse que eu não ia passar , somente a criança. Outro sonho estranho,mas acho que está relacionado ao medo de engolir algo que me faça mal.Eu tava com dois palitos de dente na boca e acabei quebrando um e engolido e o outro também só que inteiro.O que havia se quebrado eu consegui tirar antes já o inteiro desceu rasgando minha garganta e eu só pedia para que nada de ruim me acontessesse

Eu estava na minha igreja, mas era

Eu estava na minha igreja, mas era um lugar diferente, mas com as mesmas pessoas que conheço, eu estava no data show, aí o louvor começou a cantar inglês, uma música de um filme que eu gosto, eu fiquei perdida, porque ninguém me disse que música séria e o que eu tinha que fazer naquela noite, depois descobri que tinha ido umas pessoas que só sabia falar inglês para o culto. Meu pai também tinha ido, mas ele não demorou muito, e foi para casa. Eu já irritada que ninguém me falava nada eu deixei tudo lá e também fui embora, mas antes uma amiga tinha que ir para casa mas ela morava muito longe e eu sabia que era perigoso. Então disse que ia até a metade do caminho, só que estava muito escuro e perigoso, então eu disse para ela dormir em casa, então voltamos, aí foi aí que tudo começou, o objetivo era voltar para casa, mas enquanto mais a gente tentava, mais perdida ficava, acabamos em um monte de lugar, na casa de umas crianças que tinham balões gigantes coloridos e que tinha um irmão bonito de cabelos longos que tocava em uma banda, passamos por ruas que pareciam as vezes o lugar que eu moro, mas as vezes são Paulo, o lugar de onde vim, fomos para em um shopping onde tinha sala com visores gigantes que mostrava pessoas, e eu estava muito preocupada por que passava das onze e não conseguia falar com meus pais dizer que eu estão bem. Continuamos indo, até chegar em uma rua que parecia muito perto de casa, fiquei muito animada, mas depois vi que não, era outra rua parecida de são Paulo, vimos algumas casas e decidimos bater, pedimos ajuda para falar com nossos pais, era um escritório dentro, cheio de gente,antes o dono do telefone deixou que o genro se resolvesse com filha dele, enquanto eu esperava vi que era 23:05, quando peguei meu celular vi que pegava wi-fi, falei para minha amiga, ao tentar mexer no celular um site apareceu todo verde, era de um cara que estava na minha frente, ele sorriu para mim, uma mulher de cabelos longos preto me disse sorrindo: as vezes tentando ajudar um amigo esquecemos da lealdade. Depois que acordei percebi que no celular indicava quase meia noite, mas quando andávamos nas ruas estava tudo de dia.

Eu em ruas escuras e feias e

Eu em ruas escuras e feias e logo depois um cachorro branco vindo na minha com a boca aberta e eu colocando um saco dentro da boca dele para ele não me morder

Sonhei que tava andando nas ruas de

Sonhei que tava andando nas ruas de uma favela, tinha flores pra todo lado, as ruas eram estreitas e se embaralhavam na medida que eu andava, as casas não tinham portas nem janelas, davq pra ver dentro da casa de tudo mundo, eu tava andando por aquela ruas e admirando aquelas flores, mas teve uma hora que sai correndo e entrei numa casa sem querer, nisso eu vi um homem negro deitado na cama c os olhos fechados, aí eu percebi que tava dentro da casa de alguém e sai correndo, pulei o muro do quintal e dei de cara com uma ferrovia, e quando olho pra trás o homem negro tava pulando o muro tb, aí eu sai correndo pq já sabia que ele queria me matar, fiquei correndo dele até ele me pegar e me segurar em cima da ferrovia ate o trem passar por cima de nois 2.

Descia ladeiras de bicicleta,em ruas vazias. Em

Descia ladeiras de bicicleta,em ruas vazias. Em uma rua reta não havia luz,depois cheguei no topo de uma ladeira e não vi o asfalto, era como se fosse o topo de um prédio.

Sonhei que fui a uma corrida de

Sonhei que fui a uma corrida de carro de um primo, e fui ajudar ele a entrar no carro e percebi que ele estava descalço e tinha queimaduras na cabeça já cicatrizada, qndo ele entrou no carro, ele foi impedido de correr pq estava descalço e começamos a procurar os tênis dele, só um pé foi encontrado, e enquanto procurava e tentava fazer ele participar da corrida, recebi um ligação, avisando que tinha ladrões na casa do pai meu tio e que iriam mata-lo. (Ele já morreu a tempo) e corria até a polícia pra avisar, a polícia se dirigia até a casa do meu tio e eu tentava chegar na casa dele junto com meu primo e não conseguia ...só recebia informações de que meu tio estava bem, porém acharam drogas dentro da casa, tinha escorpião na pia e que era pra nós ir logo, mas rodavamos, rodavamos pelas ruas e não conseguimos chegar, até que derrepente estávamos na casa entrando e via meu tio deitado, e a porta trancada, entrava pela janela destranca a porta pro meu primo e comecei a procurar o escorpião com medo de ser picada e nisso chega meu marido e filho e fico preocupada com meu filho pra não encostar em nada por causa do escorpião, e meu tio deitado na cama sem falar nada porém vivo, e recebo outra ligação avisando que o irmão desse primo tinha morrido, e passei a organizar o velório dele e o primo com queimadura fala, meu pai morreu e passo a organizar 2 velórios e discuto com esse primo pra entender o que está acontecendo que no msm dia ele vai enterrar 2 da msm família. E acordo.

Sonhei que eu pegava uma moto sem

Sonhei que eu pegava uma moto sem saber pilotar,e eu tinha 2 ruas para escolher,a rua que eu escolhi era a mais fácil para voltar,mas quando entrei eu ñ conseguia sair e veio pessoas da igreja me ajudar

Sonhei que encontrava minha ex namorada na

Sonhei que encontrava minha ex namorada na rua, num dia de sol. E a gente se “grudava” e ia andando, eu com corpo rente ao dela, com as mãos pra trás de mim, segurando firme na barra dos shorts dela, e ela segurando meus braços, todo corpo fazendo pressão uma contra a outra. Eu, por ser mais baixa encostando a parte de trás da cabeça no ombro del, e ela encostando a cabeça por cima da minha. Iamos caminhando assim por uma rua de terra, muito semelhantes as ruas de ilha grande

Sonho estranho. Sonhei que muitas pessoas, por

Sonho estranho. Sonhei que muitas pessoas, por causa de uma doença morriam. A doença deixava a pessoa fraca, ela podia estar de pé, bem de saúde, quando a doença pegava ela com pouco tempo deixava a pessoa fraca e com menos de 30 minutos a pessoa adormecida e não acordava mais e tudo isto era como se ela não sentisse nenhuma dor. O mundo estava acabando. Vi primeiro minha filha morrendo e depois meu filho, mas sabia que todos morreriam en6tao não ficava tão triste pois vi que eles não estavam sofrendo. As pessoas que eram mais fortes ficavam vivas. Só que logo já vinham enchente de água como se tivesse vindo pelas ruas das casas. Quando a agua batia nas pessoas elas não sentiam dor apenas apagavam e morriam. Algumas pessoas como eu acabaram escapando da agua, subindo em um monte. Como todos tinham que morrer  logo veio outra manifestação. Um grande terremoto, neste momento pensei: - agora é minha vez não tenho mais por onde escapar Eu estava com muito medo pois sabia que seria esmagada pelos concretos. Mas não sei explicar porque sabia que não iria sofrer pois a morte era certa e rápida Foi aí então que eu e mais algumas pessoas fomos esmagados pelo teto de um edifício e daí por diante já não me lembro mais de nada.