Teu Sonho Logo

Sonhos Recentes contém varanda

Menu botão

Os Sonhos Mais Vistos

Coleção De Sonhos - Busca Sonhos

Sonhos no banco de dados cadastrados para serem analisados ​​e interpretados - pesquise sonhos contendo os símbolos do seu sonho


Primeiramente eu sonhei que estava grávida, com

Primeiramente eu sonhei que estava grávida, com um teste positivo na mão e eu sou virgem , por exatamente esse detalhe no sonho eu ria disso pois não fazia sentido mas estava grávida, logo após isso o cenário muda e eu estou na varanda da minha casa e tem algumas pessoas na rua de baixo , uma delas incluí minha mãe, a gente tava rindo do povo do bar de baixo mas eu estava na varanda em cima apenas observando quando do nada sinto um toque , algo puxando minha camisa na região das Costas e no mesmo minuto meu corpo todo estremece de medo , minha mãe na rua olha pra mim e diz "eu vi asas" aí eu digo "é sério " e fico em choque , e aí ela diz "espero que o anjo esteja bem " e aí eu acordei na hora ..

Sonhei que era de tarde,eu estava na

Sonhei que era de tarde,eu estava na cidade que eu morava a uns anos atrás. Eu caminhava pelas ruas e de repente umas pessoas do meu passado(que eu não tenho mais notícias) começavam a me seguir. Mais a frente, eu ia para minha antiga casa que eu morava, mas no meio do caminho eu olhava para o andar de cima de uma casa e na varanda estava o rapaz que eu era apaixonada.. Eu o observava e ele me olhava devolta.

Sonhei que estava em casa com minha

Sonhei que estava em casa com minha mãe e minha sobrinha, as portas estavam fechadas e derrepente eu percebi que havia uma movimentação na rua, olhei pela brexa da porta e vi um grupo de homens que estava procurando uma mulher, não sei que mulher era, mas eles falavam de forma que dava a entender que a mulher era uma bruxa, ele está am queimando todas as casas onde ele imaginavam ou sabiam que tinha alguma relação com a tal mulher, ele paravam em frente a casa em que eu estava e começam a conversar e viam que tinha um símbolo pendurado na porta, não me recordo que símbolo era, mas pelo que parece era algo ligado a essa mulher e ele começam a conversar entre si dizendo que ali era parte dessa mulher, enquanto isso, dentro de casa eu acordava minha mãe e minha sobrinha pedindo pra fazerem silencia, pois não podiam saber que estávamos ali e iríamos fugir pela porta dos fundos, nisso eles botaram fogo na casa e pra surpresa incendiaram a porta dos fundos também, lembro que peguei uma bolsa e disse pra minha mãe levar, aparentemente na bolsa acho que tinha dinheiro e documentos, então eu conseguia sair e pedia pra elas me seguirem, derrepente eu me vi fora da casa em meio a uma roça escondida, mas quando olhava minha mãe e minha sobrinha não estava comigo, elas continuavam nada, mas não havia fogo, elas estava na varanda dos fundos servindo ao homens que supostamente havia incendiado a casa, mas deu a entender que elas estavam disfarçando para poder fugir, do nada a casa inteira e as pessoas foram engolidas pelo fogo, eu me despertei pois elas estavam lá, mas do nada elas estavam ao meu lado e os homens estavam nos procurando, eu comecei a correr com elas e saímos no fundo do quintal dos vizinhos e quando vi ele estavam se aproximando, foi então que olhei pra ela e disse corram, corram muito e sai correndo e ela me acompanhando, corremos como nunca, enquanto corríamos eu disse, tem um lugar para onde podemos ir, lá é bom e podemos ficar tranquilas, nosso continuamos correndo, os homens já não tinham como nos acompanhar, mas continuamos correndo, foi quando devemos uma ladeira, mas a estrada era pelo.outro lado e eu disse que tínhamos ido pelo caminho errado, pois não precisávamos subir ladeira, o outro caminha que estava ao lado era sem ladeira, eu dizia que tinha muito tempo que havia ido nesse lugar, por isso tinha errado, mas minha mãe dizia, você sabe como chegar lá, tá no seu inconsciente. nisso continuamos correndo até chegar em uma estrada bem larga de terra e havia duas estradas a entrada, uma estava bem a nossa frente e ao fundo, bem longe dava pra vê muitas árvores, era uma mata. A outra ficar um pouco mais ao lado, parecia ser mais próximo, entramos nesse caminho, no final encontramos um rio de águas transparente, tinha umas pessoas pescando e eu me lembrava que já havia estado ali com outra pessoa, eu tenha atravessar o rio para mostra a elas o lugar mas os homens que estavam pescando reclamavam que eu iria espantar os peixes, então eu saia da água e quando olhava tinha um monte de peixes nadando na beira do rio eu olhava por um tempo e então dizia para minha mãe e minha sobrinha, vamos que a gente já tá perto, então voltamos e entramos na outra estrada, quando chegamos lá nessa Mata eu ia explicando que lá era um BO.lugar, as pessoas se refugiavam lá, era um tio de kilombo, mas havia uma separação, quem chegava logo ficava do jeito que desse era em barracos, esse era o primeiro nível para pessoas com baixo QI, mas você podia ir subindo de nível até chegar ao último que era os que tinha QI alto, nisso eu acordei.

Sonhei que cheguei num lugar normal, uma

Sonhei que cheguei num lugar normal, uma casa humilde de alvenaria, com uma escada um pouco elevada e ampla sem vedação. Estacionei o carro e desci. De fronte a casa ao pé do sopé da escada estava uma mulher sentada e crianças a brincarem ambas do sexo feminino mas uma é que me seguia, Outras pessoas, jovens quase na minha faixa etária estavam no nível acima do sopé que dava acesso a varanda. Eu sentei com a mulher a conversar mas de repente dei falta dos meus chinelos cor de rosa claro. Perguntei mas ninguém deu me atenção. Então levantei subi a elevação da escada e quase no chão da varanda no murro largo que delimitava a escada senti-me numa posição em que o meu a planta doeu pé estava virada para cima. Subiu uma mulher e remexeu nas coisas que estava numa prateleira na parede interna da varanda, então derrubou sem querer um recipiente com água, a água escorreu chão e escada a baixo. Ela disse algo que não percebi, então olhei para a planta do meu pé e estava sujo. Daí desci para procurar chinelos. Fui em direção ao carro, a criança me seguiu e não falava nada, de repente vislumbres o carro com portas traseiras abertas e o par de chinelos estava lá, simetricamente deixadas no chão do carro e os chinelos tinham marca ligeira de sujidade onde aceita a planta dos pés, me espantei por ver a cor porque eu não tinha chinelos rosa-claro. Então pensei que só podiam ser da minha namorada apesar de serem do meu tamanho, e que teria sido a criança que me seguia que deixou lá. Então olhei para a criança para ter certeza que tinha sido ela. Mas quando olhei de volta, o meu carro não estava lá. No entanto um pouco mais afastado da casa tinha uma espécie de lixeira, com ramos e restos de árvore re em cortados e deixados lá ainda com folhas verdes. Aproximei e a criança seguia-me se falar nada. Chegado lá vi um caro que parece que tinha acidentado pás com a parte frontal removida. Examinei o carro e dentro do carro no banco de trás havia roupa bem dobrada. Perto daquele carro tive a sensação de que alguém podia ter morrido naquele carro. Mas nada de sangue ou vestígios de estragos, entretanto continuava com aquele mau pressentimento. Foi quando do nada apareceu outra criança negra do sexo feminino com carta arredondada e uma expressão séria e fechada. Quis testar se ela era um fantasma ou demônio então segurei a firme pelo braço junto da articulação do ombro e pronunciei Deus mas a minha voz não saia bem fiz força para libertar minha voz mas não saía por completo. Nesses esforço de querer invocar Deus enquanto a seguva firme e ela olhando fixamente para mim. Fui transportado para minha cama onde eu estava a dormir. E enquanto segurava ainda na criança misteriosa e mesmo que já sem vê-la sentia que a segurava invocando Deus mas minha voz mal saía. Então, então olhei para o lado e eu ví uma luz dourada num padrão lindo no ar e a luz materializou se em uma figura masculina imponente mas à medida que aproximava a figura transformou-se em uma bela moça de cor bronze e uma marca que lembra estrela mas de cor preta na bochecha Direita. Importa dizer que quando via luz deixei de sentir a criança. E na cama eu estava dentro da rede mosquiteira. Quando a linda moça chegou bem perto de mim ela queria dizer algo mas a voz dela não saiu e só sorria para mim. E De repente senti e vi que não estava sozinho na cama. Estava meu filho mais velho de 13 anos e uma outra moça que não vi o rosto mas sentia a do mesmo jeito que sentia meu filho, o rosto do meu filho vi nitidamente. Eu implicava a moça linda com a marca na bochecha para ficar comigo mas meu filho e a moça que está com ele na minha cama diziam que não era necessário ela ficar que eles os dois me virariam e a linda moça com gestos concordou e apontou que eu devia estar confiar neles. Daí eles tocaram me na barriga e com os dedos pressionaram minha barriga e eu senti arrepios, não medo só uma sensação que energia no meu corpo e acordei.

Eu estava em uma roda cum duas

Eu estava em uma roda cum duas meninas indigenas e seus pais, eles estavam colocando fumo, mas era em pó em um cachimbo diferente e explicando o porquê de fazer aquilo, a importância. A casula ficou no meu colo, varias posições e momentos diferentes. Do nada os pais das crianças viraram outras pessoas que eu conheço na vida real. A gente conversava, outra moça que não sei quem era também conversava conosco sobre muitas coisas da vida. Eu sentia nesse sonho, que ele queria minha ajuda pra realizar trabalhos espirituais junto com outra parente indigena e eu até pensava em estudar e ajudar. Tudo isso pensava e sentia levantando e pegando o celular dos dois que estavam conversando comigo.  Quando entrei o celular para eles, entreguei primeiro pra a mulher e depois para o cara. Ela estava em minha direita e o cara a minha esquerda. Quando entreguei pra ele, senti algo muito estranho e diferente, eu sabia que ele tinha conseguido ver algo sobre mim e fiquei com medo mas fngi nao ter medo. Ele nao piscava nem tirava o olho de mim, ate que começou a falar "quando me falaram que meus antepassados cairam na terra, nao é sobre eles terem estado na terra, e sim que eles cairam para o plano abaixo" ele seguiu pensando e do nada estava em outro canto da varanda da minha casa, com a mulher ao lado dele e eu parada contra a parede querendo saber mais. Ele com semblante triste viu que uma alma com apenas duas vindas a terra tinha ja ido com a alma la pra baixo.... e que nunca tinha visto isso. Eu perguntei se era eu, e percebi que sim, mas antes me desesperei. Falei que nao queria ser uma má pessoa, mas eu falei tentando chorar e ele disse que era choro de mentira e a mulher concordou e bateu nas minhas costas tentando me confortar, falando estar tudo bem. No sonho eu sabia que era choro forçado mesmo. Antes disso tudo acontecer, sonhei com monstros estranhos que pareciam de desenho e nao reais atras de mim, lambendo meu pé comigo sentada no sofa da sala da tia dira e minha mae sentada do meu lado. Eu lembro que a gente ia sair pra trocar a tela do iphone da minha irmã e eu ia conversar com minha mae sobre isso e ela ficava nervosa falando e quase chorava. Mas eu nao lembro o que ela falava. Meu primo rodrigo, via um rato, e eu subi no sofa enquanto ele com a vassoura tentava tirar o rato de perto casa, mas o rato veio pra perto de mim, tentando pegar minha perna em cima do sofa.  Nessa eu tentei pegar ele, com a mao mesmo nas patas, todos falavam que eu estava errada em fazer aquilo mas fiz. Do nada o rato virou um pprco e eu tentava jogar ele pra onde estava meu primo com a vassoura mas era como se o porco percebesse isso, se segurasse e mim e me olhace com cara de "nao conseguiu" querendo dar um leve sorriso e eu continuava tentando. Ate que consegui, mas fiquei tida com furos das tentativas dele de me morder, das varias vezes que ele caia perto de mim, eu ia pegar ele de novo e ele me mordia tambem. Eu perguntei pra minha mae se eu ficaria com febre suina e se todos que tem morre e se todos que sao mordidos por porcos ficam com isso. Minha mae disse que fica, mas nao falou se morre. Eu lavava com sabão, tentando limpar na pia de um lugar que parecia a parte de fora da zona dos alunos da minha faculdade. 

Eu tava na casa da minha vo

Eu tava na casa da minha vo (mas a casa tava bem diferente, como se fosse aquelas casas antigas), meu primo de mesma idade que a minha que tinha ido passar alguns dias na casa da minha vo, me chamou parar morar com ele, so que ele morava em outra cidade e me chamou pra ir com ele, pra nao ficar sozinho e eu fui, o bairro e as casas aqui pareciam tudo de antigamente, la da epoca de 1990, teve uma parte, que eu naosei se tava só eu sozinha, ou se ele tava junto comigo, e naosei se tava indo embora da cidade que ele morava ou indo p cidade que ele morava, mas tinha ido p um lugar la rodoviária, e perguntei se alguem sabia se o ônibus 8501 passava la, ai na casa do meu primo parecia que a gente tava literalmente dentro do minecraft, estavamos redecorando a casa dele, ai teve uma parte que minha mae me chamou de uma janela que da na varanda da casa da minha vo, porém nao fez sentido já que meu primo e eu estavamos em outra cidade, e minha mae perguntou se eu ia mesmo porque nao ficava e tals, ai eu em um momento pensei nisso, ai comecei a me sentir mal, ai deitei e comecei a ter crise de ansiedade fortissima, tava com medo de alguma coisa acontecer comigo, ai depois que passou a crise, fui conversar com meu primo e ele ficou dboa com a decisão e fui embora

Sonhei que estava com uma moça jovem

Sonhei que estava com uma moça jovem branca de cabelos castanhos aproximadamente uns 21 anos com cara de uns 15 anos. No sonho eu sentia por ela um sentimento. Do nada estávamos correndo por um caminho que me lembro já ter feito sozinho era caminhando por cima de telhados e varandas de casas que ficavam por cima de um mar. Eu já sabia do caminho todo, porém a menina ia na frente e eu seguindo ela, o percurso havia mudado, e quando finalmente cheguei em um certo ponto o caminho estava diferente e tinha barras de ferro que bloqueavam o caminho então tentei ir por baixo da varando invadindo uma casa mas depois que cheguei na metade do caminho de cabeça lata baixo quase caindo no mar. Eu acordei.

Estava NUM hotel QUE tem vista para

Estava NUM hotel QUE tem vista para o mar estava acompanhado com uma mulher e as ondas estava normais com neblina e tinha um trem dentro do mar PARADO soltando fumaça a o quarto ERA grande e varanda tambem era grande

Sonhei que eu ia em uma casa

Sonhei que eu ia em uma casa que parecia ser o quintal da casa da minha mãe, a varanda da frente, lá tinha uma escada que dava pra lage e em baixo dessa escada, tinha um menino de 3/4 anos, magrinho e loirinho, com o cabelo cortadinho, bem binitinho mas tava em uma situação de abandono, ele comia rato e lagartixa morta, tinha um cheiro de carniça na boca, aí eu entrava na casa que não era exatamente como a da minha mãe, mas lembrava muito, dava um banho nele e escovava os dentes dele, daí secava ele e vestia uma blusinha amarela e uma fralda, deitava ele em um tapete que tinha na sala, eu fazia uma mamadeira, daí ele mamava e se cagava todo, muito cocô amarelo, aí eu dava outro banho nele e chamava a Karen pra me ajudar, do que a boca dele fedia muito a carniça e aí eu acordei sentindo o cheiro da boca dele